Roland Garros vai distribuir 43,6 milhões de euros em prêmios

Rafael Nadal conquistou o título de Roland Garros 13 vezes (AFP/Frederic J. BROWN) (Frederic J. BROWN)

A premiação total para a edição de 2022 do torneio de Roland Garros (22 de maio-5 de junho) chegará a 43,6 milhões de euros (46 milhões de dólares), com um aumento dos prêmios pagos aos tenistas eliminados no 'qualifying' e na primeira fase, anunciou nesta quarta-feira a Federação Francesa de Tênis (FFT).

Segundo a FFT, este montante de 43,6 milhões de euros representa um aumento de 6,8% em relação a 2019, "última edição do torneio que ocorreu em condições normais", sem restrições sanitárias ligadas à Covid.

A premiação para competições individuais registou um aumento de 1,43% em relação a 2019, com uma progressão significativa no montante para tenistas eliminados na primeira fase (+35% em relação a 2019 e 3% em relação a 2021) com um bônus de 62.000 euros (65.400 dólares), enquanto os vencedores de simples masculino e feminino receberão cada um 2,2 milhões de euros (2,32 milhões de dólares).

Os organizadores de Roland Garros também lembraram dos tenistas que não passarão pelo qualifying, com um aumento de 66% na premiação atribuída nessa fase do torneio em relação a 2019 e 30% em relação a 2021.

Um tenista eliminado na primeira rodada de classificação receberá 14.000 euros (14.800 dólares), 20.000 euros (21.100 dólares) na segunda rodada e 31.000 euros (32.700 dólares) na terceira.

"O aumento da premiação da primeira rodada de simples e qualifying permite apoiar tenistas que sofreram com a crise sanitária nos últimos anos", explicou a FFT.

jr/psr/iga/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos