Roland Garros não descarta realização do torneio com portões fechados

AFP
Roland Garros não descarta realização do torneio com portões fechados
Roland Garros não descarta realização do torneio com portões fechados

O presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Bernard Giudicelli, não excluiu a possibilidade de o próximo torneio de Roland Garros, adiado de maio para setembro, devido à pandemia do novo coronavírus, ser disputado com portões fechados.

"Não descartamos nenhuma opção. Seria se perder em conjecturas privilegiar uma só, no momento em que a falta de visibilidade é real", disse Giudicelli em entrevista ao Journal du Dimanche (JDD).

Mas para o organizador do Grand Slam disputado em quadras de saibro, "organizá-lo com portões fechados permitiria fazer girar uma parte do modelo econômico, direitos de televisão e patrocinadores. Não deve ser descartado", acrescentou o chefe do torneio parisiense.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Roland Garros foi adiado para 20 de setembro devido à pandemia de COVID-19, embora Giudicelli não tenha descartado adiá-lo por mais uma semana. "Dia 20 ou 27 de setembro não muda muita coisa", explicou.

Na quinta-feira passada, a FFT anunciou que todos os ingressos comprados para o torneio seriam reembolsados.

A federação francesa surpreendeu em meados de março ao decidir unilateralmente, sem consultá-la, mudar Roland Garros para setembro, causando inúmeras críticas.

A federação francesa surpreendeu em meados de março ao decidir unilateralmente, sem fazer uma consulta, adiar Roland Garros para setembro, causando inúmeras críticas.

"Tomamos essa decisão em consciência e responsabilidade. Quero até dizer que, como um bom pai de família. O torneio é a força motriz do tênis na França, é o que alimenta todos os atores de nosso ecossistema. Neste momento, o primeiro que vem à cabeça são eles", argumentou Giudicelli.

Wimbledon, que seria realizado de 29 de junho a 12 de julho, foi cancelado, enquanto o US Open permanece dentro do calendário (de 31 de agosto a 13 de setembro).

Os circuitos ATP e WTA estão suspensos desde o início de março até pelo menos meados de julho.

Leia também