Rogerinho vence sueco e garante vaga na semifinal em Santiago

Rogério Dutra Silva, o Rogerinho, está na semifinal do Challenger de Santiago, no Chile. Nesta quinta-feira, o brasileiro venceu o sueco Christian Lindell por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6 e 6/2, e se credenciou para brigar por uma vaga na decisão.

Principal cabeça de chave do torneio e defendendo a pontuação da final, já que foi vice-campeão no ano passado, Dutra Silva enfrentará o italiano Simone Bolelli em uma das semifinais. Na outra, o também brasileiro Guilherme Clezar pegará o chileno Nicolas Jerry.

Rogerinho começou sacando e não teve dificuldades para confirmar seu serviço. Na sequência, Lindell empatou a partida e fez seu único game no primeiro set, já que o brasileiro passou a dominar amplamente as ações e não deu chances para o sueco. Com duas quebras, Dutra Silva abriu vantagem e venceu por 6/1.

 

 

A situação se inverteu na segunda parcial. Lindell esteve mais concentrado no início e surpreendeu Rogerinho, quebrando o saque do brasileiro por duas vezes seguidas e logo abrindo 4/0. Dutra Silva reagiu e conseguiu igualar o confronto, mas perdeu o serviço mais uma vez e o sueco fechou em 6/4.

O terceiro e decisivo set começou nervoso, com os dois tenistas perdendo seus saques no início. Rogerinho teve mais sorte e quebrou o adversário duas vezes nos três primeiros games, abrindo uma vantagem importante. O brasileiro voltou a quebrar o serviço do rival do sétimo game e sacou com tranquilidade na sequência para fechar a partida.

Clezar vence argentino em três sets; Feijão cai para chileno

Outros dois brasileiros entrarem em quadra nesta quinta-feira pelas quartas de final do Challenger de Santiago. Guilherme Clezar encontrou dificuldades, mas venceu o argentino Guido Andreozzi por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 2/6 e 6/3, em 2h08 de partida. Com a vitória, o gaúcho avançou no torneio e enfrentará na semifinal o tenista local Nicolas Jerry, que superou João “Feijão” Souza.

Feijão foi para a quadra depois de Clezar, mas não teve a mesma sorte do compatriota. O brasileiro, cabeça de chave número 8 da competição, acabou surpreendido pelo chileno Jerry, que ganhou o jogo em dois tiebreaks: 7/6 (7-5) e 7/6 (8-6), em 2h12 de partida.