Rogerinho e Sá são campeões sobre dupla de brasileiro em São Paulo

Neste domingo foi realizada a final de duplas do Aberto do Brasil, ATP 250 realizado em São Paulo, e pela primeira vez a decisão contou com três tenistas brasileiros lutando pelo título. Quem levou a melhor foi a parceria formada por Rogério Dutra Silva e André Sá, que venceram Marcelo Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7-5), 5/7 e 10/7.

O jogo começou equilibrado, com as duas duplas se estudando. Apesar de ambas terem chances de quebras de serviço, nenhuma conseguiu o break, e a igualdade se manteve no placar. Com isso, a primeira parcial foi definida no desempate. No tie-break, Rogerinho e Sá conseguiram o mini break estratégico no 11º ponto disputado e abriram a vantagem necessária para saírem na frente.

A decisão seguiu disputada pelas duas parcerias, que lutavam firmes pelo título inédito em São Paulo. Precisando da vitória para forçar o terceiro set, Demoliner e Daniell pressionaram os oponentes no 11º game e conseguiram a quebra de serviço, confirmando na sequência para empatar a final.

Na terceira parcial, que foi disputada no sistema de super tie-break, Dutra Silva e Sá começaram melhores e abriram 4 a 2, mas Demoliner e Daniell conseguiram tirar a desvantagem do placar e empataram o confronto. Não demorou muito para Rogerinho e André novamente alcançarem a vantagem no placar, liquidando a partida.

Esta foi a primeira vez que Dutra Silva conquistou o título nas duplas do Aberto do Brasil, enquanto Sá faturou o bicampeonato, já que havia vencido em 2008, ao lado de Marcelo Melo. Além disso, essa é a terceira conquista de uma dupla inteiramente brasileira do torneio, que já haviam levantado a taça em 2008 e 2011.