Roger tem o menor salário entre os camisas 9 do Brasil; confira o ranking

Yahoo Esportes
<em>Atacante do Botafogo está na mira de Corinthians e Ponte Preta (Andre Fabiano/Gazeta Press)</em>
Atacante do Botafogo está na mira de Corinthians e Ponte Preta (Andre Fabiano/Gazeta Press)

Nenhuma posição no futebol brasileiro tem uma média salarial maior do que a dos centroavantes. Guerrero, Fred, Jô, Pratto e Rafael Sóbis, por exemplo, ganham pelo menos R$ 500 mil por mês. Mas há uma exceção no mundo bem remunerado dos artilheiros: Roger, do Botafogo (confira o ranking com os 20 integrantes da Série A no fim da matéria).

Artilheiro do Glorioso na temporada, com 17 gols, ele é o centroavante mais barato entre os titulares dos clubes da Série A. Ele ganha menos, por exemplo, do que os atacantes Walter e Joel, de Atlético-GO e Avaí, respectivamente. Os dois clubes, fortíssimos candidatos ao rebaixamento, são os donos das menores folhas salariais da Série A, conforme levantamento feito pelo Blog.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Se Roger tem o menor salário, Guerrero é dono do maior. O peruano do Flamengo recebe R$ 900 mil mensais, entre salários, direitos de imagem e luvas. Ou seja, o botafoguense precisa de mais da metade de um ano para embolsar o que Guerrero fatura em um único mês.

Com um detalhe curioso: apenas Henrique Ceifador, Fred, André, Jô, Luca, Guerrero e Barrios balançaram mais as redes do que Roger.

Renovação difícil: O contrato de Roger com o Botafogo termina em 31 de dezembro e as negociações estão difíceis. O camisa 9 pediu um aumento de 66% nos vencimentos, ou seja, quer receber R$ 250 mil por mês a partir de 2018. O Botafogo ainda não respondeu à oferta, mas demonstrava a intenção de pagar algo em torno de R$ 150 mil.

Antes de passar por uma cirurgia para a retirada de um tumor no rim, Roger havia recebido propostas de Corinthians e Ponte Preta. Os dois clubes paulistas topam bancar bem mais do que os R$ 150 mil do Botafogo.

SALÁRIOS E GOLS EM 2017 DOS CAMISAS 9 NO BRASIL:
– Guerrero (Flamengo): R$ 900 mil – 20 gols
– Fred (Atlético-MG): R$ 700 mil – 26 gols
– Jô (Corinthians): R$ 525 mil – 23 gols
– Pratto (São Paulo): R$ 500 mil – 14 gols
– Rafael Sóbis (Cruzeiro): R$ 500 mil – 13 gols
– Barrios (Grêmio): R$ 420 mil – 19 gols
– Henrique Dourado (Fluminense): R$ 350 mil – 30 gols
– Borja (Palmeiras): R$ 330 mil – 10 gols
– Ricardo Oliveira (Santos): R$ 300 mil – 11 gols
– André (Sport): R$ 300 mil – 23 gols
– Kleber Gladiador (Coritiba): R$ 280 mil – 15 gols
– Kieza (Vitória): R$ 250 mil – 12 gols
– Hernane Brocador (Bahia): R$ 250 mil – 7 gols
– Eduardo da Silva (Atlético-PR): R$ 200 mil – 2 gols
– Wellington Paulista (Chapecoense): R$ 200 mil – 13 gols
– Lucca (Ponte Preta): R$ 190 mil – 22 gols
– Luís Fabiano (Vasco): R$ 180 mil – 6 gols
– Walter (Atlético-GO): R$ 150 mil – 5 gols
– Joel (Avaí): R$ 140 mil – 4 gols
– Roger (Botafogo): R$ 130 mil – 17 gols

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui:

Leia também