Roger Machado valoriza atuação de Ganso e empenho do Fluminense: 'Em 70% do jogo tivemos nível altíssimo'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O técnico Roger Machado valorizou a maneira como a equipe do Fluminense se sobressaiu na vitória por 1 a 0 sobre o Bangu, na noite deste sábado, em São Januário. Porém, em meio ao otimismo mostrado na entrevista coletiva, o comandante reconheceu que ainda está moldando a equipe alternativa conforme os jogadores que estão à sua disposição.

- Estou me adaptando às características do que tive nestes dois jogos. mas vi boas dinâmicas de formação, profundidade, sobretudo no primeiro tempo e no segundo tempo. Adapto as características do elenco para tentar me sobrepor às qualidades dos adversários - declarou, ressaltando:

- Em 70% do jogo tivemos um nível altíssimo. Evidentemente, sabemos que não vamos dominar o adversário sempre. O Paulo (Henrique Ganso) chegando à frente como "falso 9" deu uma dinâmica interessante. O que eu pedi no intervalo era que, quando ele não tivesse participando estivesse dentro da área, e foi assim que ele conseguiu fazer o gol, o gol da vitória. O Campeonato Carioca é muito difícil - completou.

O treinador falou sobre a maneira incisiva com a qual cobrou seus jogadores no decorrer da partida com os banguenses.

- Primeiro, desculpem, com o estádio vazio, vou usar minha voz de liderança. A tendência é que, à medida que os ensinamentos sejam assimilados, a intervenção à beira do campo sejam menos necessárias. É que por vezes estamos atrasando a bola para o nosso goleiro. Um recurso que se tornou comum no futebol, mas devemos usá-lo quando for importante. Também perdemos a oportunidade de finalizar no rebote - disse.


O Fluminense, com seis pontos, volta a campo nesta terça-feira, para encarar o Boavista, às 18h, em Bacaxá.