Roger Machado vê desafio de dar equilíbrio ofensivo ao Fluminense

LANCE!
·1 minuto de leitura


O técnico Roger Machado reconheceu que ainda tem um trabalho árduo para encontrar o equilíbrio do Fluminense. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, logo após o empate em 1 a 1 com o Vasco, no Estádio Raulino de Oliveira, o comandante tricolor apontou.


- Quando tomamos o gol (de Cano) talvez estivéssemos melhores na partida. Não conseguíamos construir com muita clareza, talvez estivéssemos nos equivocando nisto. Com a mexida no intervalo, colocando o Biel (Gabriel Teixeira no lugar de Lucca) o objetivo era ter um avanço melhor até a área - e alertou para a série de chances desperdiçadas:

- O final de jogo foi parecido com o nosso anterior (a derrota por 3 a 2 para o Volta Redonda). Retomávamos a bola, mas não finalizávamos, perdíamos muitas chances. Temos de buscar o equilíbrio ofensivo. Eu vejo que nos momentos mais contundentes, também estamos muito desprotegidos diante do risco de um contra-ataque - completou.

O treinador frisou a preocupação com a maneira como a equipe ficou vulnerável.

- A forma como a gente ataca é também como a gente defende. Para chegar a esse equilíbrio, terei de encontrá-lo seja pela troca de sistema ou da característica de jogadores. Temos de continuar a criar oportunidades e não abrir caminho para contra-ataques. Parece que estamos fazendo uma briga de rua, estamos cedendo espaços demais - disse.