Roger Guedes minimiza recente trote e diz: “Grupo é muito bom”

Vítima de um recente trote do elenco palmeirense, Roger Guedes minimizou o episódio na tarde desta terça-feira. Em Montevidéu, sede do jogo contra o Peñarol pela Copa Libertadores, o jovem atacante garantiu que o ambiente no grupo alviverde é harmônico.

No último dia 14 de abril, Roger Guedes tentou escapar, mas acabou perseguido pelos companheiros na Academia de Futebol e, no centro de uma roda, tomou tapas e chutes. Para completar, ainda foi amarrado no meio do gramado. Apesar do clima de brincadeira, o descontentamento do atleta ficou claro na ocasião.

“Aquilo foi um trote nosso. Foi uma aposta e o Vinícius (Silvestre, terceiro goleiro) também perdeu. É claro que, na hora, eu não gostei. Mas isso é do grupo. Depois, voltei ao treino”, afirmou Roger Guedes, com a preocupação de assegurar que o ambiente no elenco é saudável.

“A gente está em um grupo muito bom, não tem nada de rachado. Tocaram muito nesse assunto de grupo rachado por causa da brincadeira, porque eu fiquei bravo. Mas é só na hora que ficamos um pouco chateados. É lógico que deram uma apeladinha, mas isso é normal. Agora, quando acontecer outro, posso me vingar um pouquinho”, sorriu.

Contratado pelo Palmeiras na temporada de 2016, o veloz Roger Guedes contabiliza oito gols em 50 partidas com a camisa alviverde. De acordo com o atacante de apenas 20 anos de idade, os trotes serão frequentes no elenco comandado pelo técnico Eduardo Baptista.

“É uma brincadeira que inventaram esse ano. Com o Vinícius, foi porque ele não participou de um churrasco familiar que fizemos. Comigo, foi por uma aposta que perdi e tive que pagar. É desse jeito que combinamos de pagar, então vai ser assim até o final do ano”, avisou.

Às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores, o Palmeiras enfrenta o Peñarol, no Estádio Campeón del Siglo. Expulso na partida contra o mesmo rival, o atacante Dudu é o único desfalque para o confronto.