Roger 'cobra' maior tempo em campo e pede para jogar estreia da Taça Rio

Centroavante se vê atrás de concorrentes pela artilharia, cita falta de maior sequência no Botafogo e admite que, se fosse o Jair, entraria com o time titular contra o Volta Redonda

Contratado para ser a referência e homem-gol no Botafogo, Roger ainda busca maior sequência no time de Jair Ventura. Sacado do time em alguns jogos, o camisa 9 disputou apenas cinco partidas como titular no Alvinegro em 2017. Até por isso, os números ainda são modestos, tendo balançado as redes apenas uma vez, no clássico contra o Flamengo, pela Taça Guanabara. Depois do período de "mini pré-temporada" o centroavante de 32 anos busca agora a tão sonhada sequência entre os 11 iniciais alvinegros. E começando na quinta.

- Quero ter mais minutos em campo. Eu não consegui, nesse início, ter uma sequência, pois fui poupado e não tive como pegar muito ritmo de jogo. Tudo que eu quero é jogar, seja contra o Volta Redonda, Estudiantes... O até o Vasco depois. Quero que a bola chegue e eu a coloque dentro para tirar esse peso. Estou um pouco atrás dessa galera do "9". Acho que só joguei quatro jogos inteiros - disse o centroavante alvinegro na coletiva desta terça-feira.

Nesta quinta, no Nilton Santos, o Glorioso recebe o Volta Redonda pela estreia na Taça Rio. Com a folga no calendário e maior espaço entre os jogos da Copa Libertadores, o Alvinegro poderá dividir melhor suas atenções entre as duas competições. E o foco do grupo é o de conseguir uma crescente no Estadual.

- A gente tem falado só de Carioca. Até porque a Libertadores nesse início nos sugou muito. Precisamos dar uma resposta ao nosso torcedor e fazer o melhor para ele que vem nos apoiar. O foco agora é o Volta Redonda para iniciar bem esse segundo turno - disse o camisa 9, que ainda explicou que, se fosse o comandante alvinegro, entraria com o que tem de melhor contra o Voltaço:

- Se eu fosse o Jair, acho que jogaria com o time titular até por esse longo tempo treinando. Se tiver alguma dúvida, ainda terá tempo para trocar. Se eu fosse treinador colocaria o time titular - completou o atacante do Botafogo.

Como de costume nos últimos dias, o treino do Botafogo foi praticamente todo fechado. Os jornalistas somente tiveram acesso há 30 minutos da atividade, quando os atletas ainda aqueciam no campo anexo do Nilton Santos. Depois do jogo contra o Volta Redonda, o Glorioso volta a virar suas atenções para a estreia na fase de grupos da Libertadores, no dia 14, contra o Estudiantes-ARG.









E MAIS: