Rogério Ceni minimiza vazamento de escalação e destaca competitividade do Flamengo em vitória sobre o Goiás

LANCE!
·2 minuto de leitura


Uma vitória para trazer alegria e satisfação. Assim Rogério Ceni descreveu o triunfo do Flamengo por 3 a 0 sobre o Goiás, nesta segunda-feira, após três tropeços consecutivos no Brasileirão. Em entrevista coletiva após a partida, o treinador minimizou a questão dos vazamentos de escalação e destacou a atuação de jogadores que vinham sendo questionados por parte da torcida, como Diego Ribas e Gustavo Henrique.

+ ATUAÇÕES: Diego entra bem no meio-campo, e Gabigol desencanta em vitória do Flamengo; veja as notas

- Acho que atrapalha principalmente o Flamengo. A gente lamenta neste sentido, mas acho que isso hoje é secundário perto do resultado. A gente tem que ressaltar alguns jogadores que foram extremamente competitivos. Dou o exemplo do Diego Ribas, que fez um jogaço na minha opinião e é um cara que transmite uma energia muito positiva. O Gustavo (Henrique), que decidimos por um jogador mais alto contra dois centroavantes, também fez um jogo seguro ao lado do Rodrigo.

+ Flamengo de volta ao G-4: confira a tabela completa do Brasileirão

Perguntado se a vitória aumenta a confiança da equipe para a reta final do Brasileirão, o treinador fez questão de dizer que a confiança e a tranquilidade sempre estiveram presentes. Para ele, a vitória deve ser comemorada, mas sem esquecer o próximo compromisso do Rubro-Negro.

- Tranquilidade nós temos para desenvolver o trabalho aqui. Vitória você mede momentaneamente. O torcedor fica feliz, mas a confiança existe sempre. Trabalho fazemos bem direcionado. A vitória traz alegria, satisfação, você tem Gerson no próximo jogo, começa a ter mais competição nas posições, e isso ajuda a elevar o nível de jogo. Hoje, o time fez um grande jogo.

Sobre a intensidade da equipe, Rogério Ceni citou o clima mais ameno em Goiânia em relação ao calor do Maracanã, na última partida. Para o técnico, mesmo com o campo pesado devido às chuvas, o Flamengo conseguiu exercer uma pressão maior no campo do adversário e se mostrou mais competitivo.

- Eu acho que nos dois tempos conseguimos exercer uma pressão maior. A principal diferença é a temperatura. hoje um clima mais ameno. Conseguimos exercer melhor essa pressão na saída de jogo. Eles têm muita qualidade. Quando além da capacidade, consegue competir em alto nível, é um time que tem jogadores diferentes. Destacar sempre a competitividade que tivemos hoje.

Com a vitória, o Flamengo subiu para a quarta colocação, com 52 pontos - cinco a menos do que o líder São Paulo e um jogo a menos. A equipe rubro-negra volta a campo na próxima quinta-feira, às 19h, para um confronto direto contra o Palmeiras, em Brasília.