Rogério Ceni elogia atuação do líder Flamengo, mas prega cautela: 'Campeonato está longe do fim'

LANCE!
·2 minuto de leitura


A vitória sobre o Internacional, por 2 a 1 neste domingo, deixou o Flamengo em vantagem na rodada final do Brasileirão: basta vencer o São Paulo, na quinta-feira, e o time de Rogério Ceni será campeão. Após o duelo do Maracanã, Rogério Ceni avaliou o cenário e projetou a semana até o duelo no Morumbi.

- Na parte física, é recuperação. Alguns atletas precisam de mais de um dia. Vamos estudar o São Paulo. Na terça e quarta, vamos corrigir nossos erros e apresentar as possibilidades. Psicologicamente, todos têm consciência que fizeram um bom jogo, mas que o campeonato está longe do fim - disse, antes de seguir:

- É importante ter a possibilidade de ser campeão em um grande clube. Todos estavam felizes no vestiário. Alegres, mas não eufóricos, porque sabemos que o campeonato continua. Gostaria de colocar minha foto lá no CT, ser lembrado como um técnico de um título tão importante. Temos muito trabalho pela frente, uma grande equipe pela frente. Fico lisonjeado pela oportunidade, mas vamos ter que trabalhar e nos dedicar muito.

> Confira a classificação e simule a rodada final do Campeonato Brasileiro!

Apesar dos "pés no chão" de Rogério Ceni, o Flamengo está a uma vitória do título do Brasileirão. Caso não vença o São Paulo, o Rubro-Negro ainda pode ser campeão, mas dependerá de um tropeço do Internacional contra o Corinthians. Todos confrontos da 38ª rodada acontecem na quinta, às 21h30.

Confira outras respostas do técnico Rogério Ceni, do Flamengo:

Presença de Willian Arão no banco

O Arão, que teve esse acidente, lamento muito pois é um jogador fundamental dentro do esquema de jogo. Tinha uma pequena chance de jogar e quis, até o final, tomou medicamento injetável, para tentar ir ao jogo, mas quando tentou fazer o aquecimento sentiu o pé. Rodrigo ainda não tem lesão constatada, e nós temos esperança maior de poder contar com Willian Arão. Há de se destacar a vontade do atleta. Preferi trazer ele para o banco pelo espírito e pelo comportamento dele todos os dias.

Apoio da torcida

Muito. É sempre gostoso. Não tive a oportunidade de viver isso no estádio aqui. Muita gente na rua, tem o problema da pandemia, nos preocupamos com isso, mas mostra toda a paixão e carinho da torcida por nós. Nos sentimos gratos.

Saídas de Rodrigo Caio e Gabriel Barbosa

O Rodrigo foi um problema no tornozelo. O Gabriel sentiu um mal-estar, disse que preferia sair por não estar se sentindo bem. O Diego também teve um desgaste.