Rodrygo se vê como um 'líder' da Seleção Brasileira: 'Sempre me preparei para triunfar no futebol'


Rodrygo vive a expectativa pela primeira Copa do Mundo da carreira. O atacante do Real Madrid-ESP é um dos expoentes da nova geração da Seleção Brasileira e foi convocado por Tite para o Qatar. Em entrevista ao "Marca", o atleta encarou o chamado com naturalidade.

+ Ainda sem Neymar, Seleção Brasileira faz primeiro treino para Copa do Mundo

- Sim, por que não? Me imaginava no sentido que sempre me prepararei para triunfar no futebol. Desde que cheguei ao Real Madrid tinha dois objetivos, ganhar a Champions League, algo que, por felicidade, já consegui fazer, e, depois, jogar uma Copa do Mundo pelo Brasil. Tudo passou muito rápido e estou contente com tudo que está acontecendo nesse momento - afirmou.

O jogador se vê com ainda mais moral, assumindo um "status pessoal" de liderança para com a Canarinho.

- Sempre me sinto importante na Seleção. Sempre me sinto um líder, seja no Brasil e em todas as equipes em que já joguei. Quero ajudar de qualquer forma. É o que sempre me preocupo quando estou dentro de campo - classificou.

Rodrygo tem atuado como atacante central pelos Merengues na ausência de Benzema, que recentemente passou por uma lesão. Mesmo fora da posição natural, o jovem tem números expressivos na temporada: sete gols e cinco assistências em 19 jogos.

+ Seleção Brasileira: Raphinha comenta relação com Neymar e revela conselho do camisa 10

- Já sabia que poderia jogar ali, não é novidade para mim. Me faltavam minutos na posição. Me sinto capaz de jogar na direita, esquerda, atacante principal ou segundo atacante. Quero apenas ajudar minhas equipes - analisou.

- Meu objetivo era começar tão bem essa temporada como a passada. Estou jogando muito e cada vez tenho mais confiança. Me encontro melhor e acredito que estou pronto para jogar a Copa - completou.