Rodrygo e Vinicius Júnior, campeões na primeira decisão disputada com o Real Madrid

Reinier chega para ser o 29º brasileiro do Real Madrid
Reinier chega para ser o 29º brasileiro do Real Madrid

O Real Madrid venceu hoje o Atlético de Madrid em disputa de pênaltis após empata em 0 a 0 no tempo normal e conquistou a Supercopa da Espanha. A conquista do torneio foi a primeira de Vinicius Júnior e Rodrygo juntos com a camisa do Real.

Os dois atacantes brasileiros entraram no decorrer da partida, em tentativa de Zidane de abrir o placar e evitar as cobranças de penalidade. Rodrygo entrou ainda no segundo tempo no lugar de Isco, antes da partida ir para a prorrogação. Vinicius Júnior só foi acionado aos 13 minutos do primeiro tempo da prorrogação, substituindo Tony Kroos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O ex-jogador do Santos cobrou a segunda penalidade pelo lado do Real e converteu um belo chute no ângulo. Já o jogador da base flamenguista não teve a oportunidade de ir à marca da cal. O Atlético despediçou duas cobraças e o Real converteu quatro, conquistando o título.

Essa foi a primeira conquista de ambos juntos em Madrid. Vinicius Junior já havia vencido o Mundial de Clubes de 2018 quando o Real Madrid venceu o Al Ain por 4 a 1. Rodrygo disputou a sua primeira partida pelo Real em setembro de 2019 após deixar o Santos.

O título também faz crescer a parede de medalhas de Casemiro e Marcelo no Bernabéu, que chegam a 13 e 21 conquistas no clube, respectivamente. Éder Militão, que ficou no banco de reservas no clássico a exemplo do lateral esquerdo, também fatura sua primeira medalha de campeão após deixar o São Paulo.

Leia também