Rodriguinho celebra primeiro gol após quase perder o clássico

O meia Rodriguinho foi o último jogador confirmado pelo técnico Fábio Carille na escalação da equipe para o Majestoso deste domingo, no estádio do Morumbi. Combalido por uma gripe desde sexta-feira, o armador só reuniu condições de atuar na manhã deste domingo, dando-lhe a chance de marcar pela primeira vez em um clássico pelo Corinthians.

“Meu primeiro gol em clássico, consegui achar aquele passe para o Jô também”, comentou o meio-campista, lembrando da sua participação no gol feito por Jô, que abriu o placar. Na ocasião, ele recebeu a bola após o centroavante ganhar pelo alto de Jùnior Tavares, trouxe para a perna esquerda e colocou o camisa 7 cara a cara com Renan.

“Foi um jogo muito especial para mim. (O chute de fora da área) É uma arma que a gente procura usar, espero até poder fazer mais isso, acertar mais vezes, fui bem de ela ir ali no cantinho”, avaliou Rodriguinho, ressaltando a importância do 2 a 0 na casa do rival.

“Primeiro muito feliz de ter conseguido dar o passe e fazer o gol, uma grande vitória aqui dentro, nos dá uma condição muito boa para tentar a vaga em casa. Mas é um resultado perigoso também, é um time forte, temos que descansar agora para pensar na quarta contra o Inter”, avaliou, explicando o recuo alvinegro na etapa final.

“Tem que entender que jogando na casa do adversário ganhando 2 a 0, tinha que se cuidar um pouco mais para levar essa vantagem para a nossa casa”, contou o atleta, que espera um Corinthians longe de estar recuado no duelo da volta.

“Temos de propor o jogo dentro da nossa casa, vamos para cima do Inter para conseguir essa vaga e, no domingo, fechar essa classificação. Dentro da nossa casa nós temos de pressionar um pouco mais, vamos ver qual estratégia a gente vai adotar”, concluiu.