Rodriguinho aciona o Cruzeiro pela segunda vez na Justiça e cobra R$ 4,16 milhões do clube

·1 minuto de leitura

O meia Rodriguinho, atualmente no Bahia, ingressou com ação no Tribunal de Justiça de Minas Gerais contra o Cruzeiro para cobrar uma dívida de R$ 4,16 milhões referente ao seu contrato de direitos de imagem com o clube mineiro.

A ação foi feita pela RCM Esportes e Participações Eireli, empresa da qual Rodriguinho é sócio e o representa. O jogador havia assinado o contrato de direitos de imagem com o Cruzeiro em 2019.

Leia também:

Rodriguinho diz que a Raposa não pagou nenhuma parcela do contrato em vigor e nem de um acordo feito quando ele deixou o time celeste, em janeiro do ano passado, no valor de R$ 2,08 milhões. O meia ainda tem outro processo, este na Justiça do Trabalho contra o Cruzeiro, no valor de R$ 1,14 milhão por salários atrasados. 

A defesa do jogador disse que o contrato de imagem, firmado em 1º de março de 2019, previa pagamento de R$ 260 mil até 31 de dezembro de 2.021, o que não foi cumprido pelo time mineiro. 

O Cruzeiro tem um impressionante número de 200 ações trabalhistas contra o clube, volume que de 2020 para 2021 dobrou e novas contendas podem aparecer pelo alto endividamento da Raposa, que luta para se reestruturar financeiramente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos