Rodrigo Pessoa é homenageado na coleção 'Grandes Ídolos do Esporte'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Medalhista de ouro em Atenas-2004 e confirmado na delegação brasileira para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, Rodrigo Pessoa é a terceira personalidade esportiva homenageada na coleção ‘Grandes Ídolos do Esporte’. A Casa da Moeda do Brasil e a Memorabília do Esporte lançaram a terceira série de medalhas em homenagem a Rodrigo Pessoa, o 'Cavaleiro de Ouro', um dos principais nomes da história do hipismo, o terceiro ídolo da coleção que já teve o lançamento de séries de Robert Scheidt e Maria Esther Bueno. Nomes como Jackie Silva e Sandra Pires, Daniel Dias, Hortência, Cesar Cielo e Daiane dos Santos também serão homenageados ainda em 2021 - a lista de 2022 será anunciada em data futura. A série de Rodrigo Pessoa é limitada e exclusiva e terá peças em prata, bronze dourado, bronze e cuproníquel, já à venda pelos sites do Clube da Medalha e da Memorabília do Esporte.

- É uma grande honra para mim poder fazer parte desse excepcional grupo de atletas, em estar sendo homenageado com essa coleção de medalhas, o que é único. Tenho certeza de que essas medalhas serão belíssimas lembranças para os colecionadores e fãs de esportes - afirmou Rodrigo Pessoa, que vai integrar a equipe de saltos no Japão, sua sétima participação olímpica.

Dono de três medalhas em Jogos Olímpicos (ouro em Atenas-2004, bronze em Sydney-2000 e Atlanta-1996) e tricampeão do Campeonato Mundial (2000-1999-1998). Filho do também cavaleiro Nelson Pessoa (Neco) - ao lado de quem competiu nas Olimpíadas de Barcelona-1992) -, Rodrigo Pessoa formou um conjunto inesquecível e histórico ao lado de Baloubet du Rouet, com quem competiu por quase uma década. O cavaleiro foi o porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Produzidas pela Casa da Moeda do Brasil e cunhadas com acabamento especial 'proof', as medalhas de prata (+ 31g), bronze dourado (+ 24g) e bronze (+ 24g) possuem diâmetro de 40mm, enquanto a linha de cuproníquel tem 30mm. As séries de 40mm possuem fundo espelhado, com tiragens limitadas e numeradas, e certificados de autenticidade da CMB, além do estojo da peça. As unidades em cuproníquel são comercializadas acompanhadas de um cartão exclusivo da coleção.

Casa da Moeda do Brasil e Memorabília do Esporte se uniram com o objetivo de resgatar memórias e exaltar trajetórias de ícones da história. A coleção 'Grandes Ídolos do Esporte' terá novos nomes ano a ano, exaltando feitos e efemérides, prestando tributos aos maiores nomes do esporte brasileiro.

Rodrigo Pessoa
Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas-2004 (individual)
Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000 (equipes)
Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996 (equipes)
Tricampeão do Campeonato Mundial (2000-1999-1998).
Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio-2007 (equipes)
Medalha de Ouro nos Jogos Pan-Americanos de Mar del Plata-1995 (equipes)
Medalha de Prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011 (equipes)
Medalha de Prata nos Jogos Pan-Americanos Rio-2007 (individual)
Mais de 70 títulos em Grand Prix
Porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres-2012

Coleção 'Grandes Ídolos do Esporte' - Tiragem
Lançamento série Rodrigo Pessoa
Prata – 100 unidades – valor unitário R$ 560,00
Bronze Dourado – 50 unidades – valor unitário R$ 440,00
Bronze – 100 unidades – valor unitário R$ 145,00
Cuproníquel – 200 unidades – valor unitário R$ 60,00

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos