Rodrigo pede licença até o fim de semana e pode deixar o Vasco

David Nascimento e Hugo Mirandela

Além de tempo para ajustar o time, o período sem jogos do Vasco até a estreia do Brasileirão, no dia 14 de maio, deve servir para mudanças no elenco. Uma delas pode ser a saída do zagueiro Rodrigo. O experiente defensor, de 36 anos, pediu licença e foi liberado até o final de semana pelo clube para resolver problemas particulares em São Paulo. No entanto, a tendência é que o ex-capitão vascaíno não seja reintegrado ao grupo. A informação foi dada pelo 'Globoesporte.com' e confirmada pelo LANCE!.

Segundo o LANCE! apurou, um dos motivos para o Cruz-Maltino se mobilizar para a saída de Rodrigo é o avanço nas negociações por Anderson Martins nos últimos dias. Com o camisa 3 deixando o clube, daria um alívio na folha salarial para a chegada do zagueiro campeão da Copa do Brasil de 2011. Ele atualmente está no Umm-Salal, do Qatar, e a expectativa é que consiga a sua liberação em maio. Além disso, uma avaliação eterna do Cruz-Maltina acredita que Rodrigo não vem tendo um bom rendimento este ano.

Na noite da última terça-feira houve uma reunião do presidente Eurico Miranda com a cúpula do futebol para planejar as estratégias do Vasco para o resto da temporada. A ideia é promover uma nova filosofia e o perfil do técnico Milton Mendes, que cobra disciplina e comprometimento, foi visto como ideal. O treinador ganhou carta branca para implementar suas ideias.

Com isso, além de Rodrigo, mais jogadores podem ter a saída facilitada caso tenham algum tipo de desgaste com a forma de trabalho do técnico. Milton costuma aplicar treinos mais longos e intensos, inclusive adotando o período integral.

A tendência é que além de Anderson Martins, o Vasco contrate apenas mais um reforço pontual. Para suprir outras carências do time, Milton Mendes deve apostar nos jogadores da base. Um deles é o zagueiro Ricardo, de apenas 19 anos, que foi citado por Luan em sua despedida que poderia ser o seu sucessor.

Campeão carioca em 2015 e 2016, Rodrigo é um dos jogadores mais emblemáticos do Vasco nos últimos anos. O defensor chegou ao clube em 2014 e tem contrato até dezembro deste ano. Assim que foi contratado, logo se tornou capitão do time e só deixou o posto com a chegada de Luis Fabiano.









E MAIS: