Rodrigo Caio revela mágoa com Aguirre no São Paulo: 'Não foi leal comigo'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


De volta ao futebol brasileiro e ao Internacional, o técnico Diego Aguirre não deixou o zagueiro Rodrigo Caio com uma impressão positiva do seu trabalho. Ambos trabalharam juntos no São Paulo, em 2018, e, em entrevista ao programa 'Coisa de Crente', da NETFÉ.TV, o atual jogador falou sobre a relação com o treinador uruguaio, a qual deu início a sua decisão de deixar o Morumbi.

- Chegou um treinador que na minha visão não foi leal comigo da forma que eu gosto de ser com as pessoas. E ali foi o primeiro momento que eu senti que era hora de eu sair do São Paulo, senão eu acabaria com a minha carreira. Não era mais feliz e não estava me sentido bem - afirmou Rodrigo, antes de completar:

- Era muito jovem quando estreei no São Paulo, tinha 17 anos. Infelizmente, não tive a oportunidade de ganhar títulos, que é o que marca. Em 2018 tive uma lesão, duas semanas antes da Copa do Mundo. Estava na disputa com o Geromel e não consegui ir, acredito muito pela questão da minha lesão.

A saída do São Paulo acabou se confirmando em 2019, quando foi contratado pelo Flamengo e se firmou como um dos principais nomes da equipe multicampeã. O zagueiro já levantou nove troféus pelo Rubro-Negro: dois Brasileiros, três Cariocas, duas Supercopas do Brasil, uma Libertadores e uma Recopa Sul-Americana. Além disso, segue no radar da Seleção Brasileira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos