Rodrigo Caetano revela que Diego Costa pediu para deixar o Galo

·1 min de leitura
Diego Costa fez 19 jogos e marcou cinco gols pelo Galo, no ano passado (Foto: Pedro Souza / Atlético) 


O Atlético-MG confirmou de forma oficial a saída do atacante Diego Costa. O diretor de futebol alvinegro, Rodrigo Caetano, comentou a situação do atleta, que decidiu não seguir no clube mineiro em 2022.

Diego tinha contrato até o final do ano e segundo Caetano, o jogador que pediu para deixar o time mineiro, pois não se adaptou e ainda alegou questões particulares como motivos para não seguir no clube.

-O caso do Diego, no final da temporada passada, ele nos procurou manifestando desejo de sair. Os motivos alegados foram adaptação e outras questões pessoais. Tentamos demovê-lo da ideia e ele ficou conosco até o final. E foi importante nas nossas conquistas. Ele sempre deixou claro que, em algum momento, caso ele não se sentisse bem aqui e quisesse sair, ele seria liberado. E isso foi acertado em comum acordo com o colegiado- disse o dirigente, que revelou não ter multa rescisória pelo distrato feito com o Galo.

-Temos um agradecimento ao Diego. Esteve com a gente e foi muito importante. É muito provável que ele não esteja conosco nesta temporada. Seguem as conversas. Com relação a multa, não teria multa para nenhum dos lados. Temos que acertar ainda esse denominador comum- concluiu Rodrigo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos