Rodrigo Caetano garante Turco Mohamed no cargo após fase ruim do Atlético-MG

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Diretor citou redes sociais como um grande expoente de críticas ao trabalho do clube (Foto: Pedro Souza / Atlético)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O técnico Antonio Mohamed atravessa a fase de maior instabilidade no Atlético-MG desde a sua chega no clube. O time vem de quatro empates e uma derrota nos últimos seis jogos, o que fez com que muitos torcedores começassem a questionar o trabalho do argentino no time.

Em coletiva realizada pelo canal GaloTV, o diretor executivo Rodrigo Caetano garantiu a manutenção e blindagem do trabalho de Turco Mohamed. De acordo com Rodrigo, o Atlético possui total confiança no trabalho do técnico até então.

- A nossa convicção e confiança é total no trabalho que tem sido feito. Seja pelos resultados obtidos até agora. Seja também pela metodologia de trabalho, pelo ambiente. Todos os fatores nos levam a crer que, apesar dos quatro jogos sem vitória, pelo grupo que temos, pela comissão técnica que temos, pelos profissionais que temos, nós vamos nos preparar muito para que já no sábado já voltemos a vencer- disse o diretor executivo.

O diretor falou muito sobre a continuidade que pretende dar ao trabalho realizado pelo técnico Antonio Mohamed na temporada atual. Rodrigo citou que o clube possui apenas duas derrotas em 2022, e disse que vê até como uma "covardia" como os trabalhos são interpretados no futebol brasileiro.

"Por isso que a gente vê um eterno recomeço em boa parte dos clubes. A gente sempre falou que com a chegada dele nós daríamos continuidade, e vamos seguir assim" - expressou Rodrigo Caetano.

Mídias Sociais

Um ponto muito discutido pelo diretor executivo do Galo foi a pressão exacerbada que a comissão técnica e jogadores sofrem por meio de mídias e redes sociais atualmente. O diretor reforçou que é um trabalho muito importante da direção do clube não deixar que esses elementos influenciem no ambiente interno do clube.

Rodrigo Caetano citou que boa parte dessa cobrança se dá pelo fato da grande temporada passada do Atlético-MG, o que criou uma certa "soberba" em parte da torcida do Galo. De acordo com o diretor, não é possível esperar que o time seja imbatível.

- Essas soberba nos induz aos erros. E essa não é a característica do Galo. A torcida do Galo tem outra característica, completamente diferente. De apoio, de colocar o seu time no colo, de empurrar. Foi sempre assim e isso está na história. Então não vamos nos comparar a outras determinadas torcidas que pensam que o seu time não tem direito de perder, e incorporam essa soberba - disse o diretor executivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos