Rodrigo Caetano faz revelação importante sobre futuro do elenco do Galo; clube precisa de receita

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

O atual elenco do Atlético-MG conta com 37 jogadores. Mas não vai seguir com tantas peças assim até o final do ano. O diretor de futebol Rodrigo Caetano revelou que existe uma cobrança do presidente Sérgio Coelho e, também, dos mecenas que investem dinheiro no clube para que vendas sejam realizadas.

Libertadores está entre os principais objetivos do clube | NATHALIA AGUILAR/Getty Images
Libertadores está entre os principais objetivos do clube | NATHALIA AGUILAR/Getty Images

Segundo o dirigente, isso naturalmente irá ocorrer na próxima janela de transferências. E deu um recado. "Sobre receita extraordinária, teremos que trabalhar bem na janela do meio do ano. Engana-se quem pensa que, pela ajuda dos 4 R’s, o Atlético vive situação confortável. Às vezes podemos passar a mensagem para o mercado que somos um clube comprador. Equivoca-se quem pensa dessa forma", declarou.

Elenco do Galo conta com 37 jogadores no momento | Pedro Vilela/Getty Images
Elenco do Galo conta com 37 jogadores no momento | Pedro Vilela/Getty Images

Nos últimos tempos, foram aportados cerca de R$ 400 milhões no Galo por parte dos investidores. Porém, em que pese o projeto esportivo tratado como ousado, o clube precisa se sustentar no dia a dia com as próprias pernas. "Vamos ver o que a janela irá apresentar no meio do ano, mas sempre pensando a parte esportiva como prioritária. Não iremos abrir mão de ser protagonistas nas competições", concluiu Caetano. Em 2021, o Atlético-MG já contratou quatro nomes: Dodô, Tchê Tchê, Hulk e Nacho Fernández.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.