Rodrigo Caetano espera que confusão no Mineirão tenha sido fato isolado e defende VAR: 'evita injustiças'

·1 minuto de leitura


O diretor de futebol do Atlético-MG, Rodrigo CAetano foi incisivo nas críticas ao comportamento do Boca Juniors após ser eliminado pelo Galo na Libertadores e espera que na próxima fase quando time mineiro encara o River Plate, as coisas corram normalmente, sem acontecimentos lamentáveis como foram vistos no duelo entre as equipes na terça-feira, 20 de julho, no Mineirão.

Caetano também saiu em defesa do VAR e diz que nas duas situações o sistema acertou, corroborando com a decisão de campo, ao anular os gols do Boca em Buenos Aires e no jogo de volta, e BH, levando a decisão para os pênaltis, que classificou o alvinegro. Para o dirigente, o VAR corrige injustiças do jogo e tem de ser exaltado. Confira nos vídeos o posicionamento do diretor do Galo.

Rodrigo Caetano fala que o Galo precisa fazer caixa com a venda de atletas
Rodrigo Caetano fala que o Galo precisa fazer caixa com a venda de atletas

Caetano foi incisivo em suas declarações sobre os incidentes no Mineirão e a próxima fase da Libertadores-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos