Rodrigo Beckham ironiza interesse do Botafogo em craques


O Botafogo foi alvo de críticas por um ex-jogador. Em entrevista realizada para o jornalista Wellington Arruda, na última quinta-feira, Rodrigo Beckham, que atuou no Alvinegro entre 1999 e 2002, afirmou que ainda possui dinheiro para receber do clube e que a diretoria do Alvinegro carece de credibilidade.

- Joguei três anos no Botafogo e recebi um. Fui embora com dois anos de salário sem receber. É uma piada, né? Nem gosto de falar sobre isso. Para o Botafogo brilhar, precisa ter credibilidade, e hoje ele não tem. Estou cobrando aquilo que é meu direito. Já se passaram 20 anos, acho isso uma vergonha. Quem honrou, se dedicou e foi profissional com a intensidade como eu fui merece o respeito do clube - afirmou.

Neste contexto, o ex-meia ironizou o interesse do Botafogo em jogadores com proporção mundial - Yaya Touré e Arjen Robben, por exemplo. Para ele, o clube não pode sonhar tão alto sem antes se reestruturar internamente.

- O Botafogo é um clube gigante, quiçá tem a história mais rica do Brasil, tem um brilho que nenhum outro tem. Agora vejo na imprensa que o Botafogo quer trazer Yaya Touré, Robben… Por que o Botafogo não põe os pés no chão e traz responsabilidade na sua administração? É algo que levaria o clube mais longe do que fazer o que vem fazendo, atitudes não sei se desesperadas de contratar esse ou aquele. Eles não podem cumprir com isso, podem? - questionou.





Pelo clube de General Severiano, Rodrigo Bekcham fez 59 partidas e marcou 19 gols. Recentemente, o clube teve um valor de bilheteria penhorado por conta da ação movida na Justiça pelo ex-meia.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também