Rodízio e contratações: entenda como quinteto 'sumiu' no Corinthians de Vítor Pereira

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Willian, Paulinho e Renato Augusto em treino do Timão (Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


A formação com o quinteto composto por Giuliano, Paulinho, Renato Augusto, Willian e Róger Guedes, que fez sucesso na curta passagem de Fernando Lázaro, caiu em desuso desde a chegada de Vítor Pereira no Corinthians.

> GALERIA - Defesa do Corinthians colapsa no Dérbi; veja notas

A última vez que os cinco jogadores atuaram juntos sob o comando de Vítor foi na semifinal do Paulistão, contra o São Paulo. Naquela ocasião, todos começaram como titular, e o quinteto foi mantido até os 13 minutos do segundo tempo, quando Júnior Moraes substituiu Paulinho.

Antes do duelo eliminatório contra o Tricolor do Morumbi e da chegada do técnico lusitano, os cinco atletas atuaram juntos em 222 dos 450 minutos das cinco partidas que o Timão disputou sob o comando de Fernando Lázaro, representando 49,3% dos minutos totais nesse período como interino.

Há duas razões que explicam o sumiço do que já foi chamado 'quinteto mágico': rodízio e novas peças. Há quase dois meses no cargo, Vítor Pereira e sua comissão adotaram um rodízio no elenco para poder sobreviver ao calendário brasileiro, dificultando a possibilidade de repetir escalações.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Timão na Libertadores

Outro motivo por trás dos cinco atletas não atuarem mais juntos pode ser respondido pelo movimentação do clube na janela de transferências. Maycon e Júnior Moraes foram contratados e aumentaram a competividade no meio-campo e ataque.

A contratação que mais afetou a estrutura do quinteto foi a do camisa 5, que passou a ser titular e restringiu os minutos de Giuliano na equipe. Júnior Moraes ainda não conseguiu engrenar no Corinthians, e isso reabriu espaço para Róger Guedes brigar com ele e Jô pela vaga do centroavante titular do time.

MINUTOS DE CADA JOGADOR DO QUINTETO COM VÍTOR PEREIRA
Giuliano - 463 minutos
Willian - 680 minutos
Paulinho - 716 minutos
Róger Guedes - 720 minutos
Renato Augusto - 724 minutos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos