Roberto Baggio não superou o Brasil x Itália de 1994: 'ainda penso naquele pênalti'

Goal.com

Marcado pelo pênalti desperdiçado na Copa de 1994, na final entre Itália e Brasil, Roberto Baggio virou "herói" para os brasileiros e, apesar de ser um dos maiores jogadores da história de seu país, o ex-jogador admitiu em 2019 que ainda precisa lidar com as lembranças daquele dia.

"Havia um desejo de vingança logo após o pênalti. Nunca cobrei um pênalti daquele jeito na minha vida. Talvez alto, mas não tão acima da trave. Às vezes, mesmo antes de dormir, eu penso naquele pênalti”, revelou.

“Quando criança, eu sonhava jogar uma final de Copa do Mundo entre Itália e Brasil. A única coisa que eu não sonhava era que terminaria comigo perdendo um pênalti. Eu faria tudo para compensar pela Copa de 1994”, completou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na decisão por pênaltis da Copa de 94, ele chutou a bola por cima do travessão e garantiu o quarto título mundial para o Brasil.

Mas engana-se quem pensa que Baggio também não colheu frutos positivos com a cobrança desperdiçada. Em 2001, o ex-atacante também ganhou dinheiro com pelo menos duas publicidades.


Em 2001, por exemplo, a operadora de telefonia Wind exibiu uma propaganda em que Baggio converte o pênalti contra o Brasil e a Itália se sagra campeã mundial.

Neste domingo (26), os brasileiros poderão relembrar o duelo que consagrou o tetracampeonato da seleção, a partir das 16h (de Brasília), na TV Globo.

Leia também