Robert Scheidt fica em 11º na primeira regata de Tóquio; Patrícia Freitas termina em 13º

·1 minuto de leitura


Recordista de medalhas do Brasil em Jogos Olímpicos, o velejador Robert Scheidt estreou neste domingo na Olimpíada de Tóquio. Na primeira regata da classe Laser, o brasileiro ficou na 11ª posição. Já na categoria RS:X, o Brasil foi representado por Patrícia Freitas, que terminou na 13ª colocação.

+ Kelvin Hoefler, do skate, garante a primeira medalha do Brasil nos Jogos

Na prova de Scheidt, que teve atraso pelas condições ruins do mar, o vencedor foi Jean Baptiste Bernaz, da França, seguido por Kaarle Tapper (Finlândia) e Hermann Tomasgaard (Noruega). O velejador disputa segunda regata ainda neste domingo. Aos 48 anos, Scheidt soma dois ouros, duas pratas e um bronze.

+ Evandro e Bruno Schmidt estreiam com vitória no vôlei de praia

Um pouco antes da prova de Scheidt, Patrícia Freitas disputou a prova de vela na categoria RS:X. Ao todo, serão 12 séries até a final. A brasileira ainda disputa duas séries neste domingo para tentar melhorar o resultado e garantir vaga na próxima fase. Charline Picon (França) e Yunxiu Lu (China) lideram a prova.

+ Ítalo Ferreira e Gabriel Medina avançam no surfe em Tóquio

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos