Robert relembra fala de Giovanni antes de virada do Santos em 95: 'Ele disse que garantiria dois'

Fábio Lázaro
LANCE!


Um dos principais jogadores do Santos no vice-campeonato brasileiro de 1995, o meia Robert ficou de fora da grande partida do time na competição: o confronto de volta da semifinal, contra o Fluminense, no estádio do Pacaembu, no qual o Peixe venceu por 5 a 2 e reverteu uma derrota por 4 a 1 no jogo de ida.

Expulso no Rio de Janeiro, o jogador relembra que a insatisfação do elenco alvinegro no ônibus, após deixar o Maracanã, logo transformou-se em profecia do grande craque daquela virada: o meia Giovanni.

– A gente sabia que não jogamos nem metade do que poderíamos e perdemos do jeito que a gente perdeu. E foi ali que começou essa posição que a gente teria que ter no jogo: um ou dois (gols na etapa inicial). Foi quando dentro desse ônibus o Giovanni disse que no primeiro tempo garantiria dois – disse Robert com exclusividade ao LANCE!.

Dito e feito. O camisa dez precisou de 29 minutos para marcar dois gols, o primeiro de pênalti e o segundo com um lindo chute na entrada da área, após uma bela tirada do zagueiro tricolor. Como o 2 a 0 conquistado na etapa inicial, o clube abriu caminho para o feito histórico, construído por outros jogadores que garantiram e cumpriram as suas profecias.

– Aí o Camanducaia disse que no jogo faria um, o Macedo diz que faria um e o Marcelo Passos disse que garantia um. E essas caras começaram a prometer gols. Começou com o Giovanni – afirmou o ex-jogador, que atualmente investe a carreira como técnico.

Logo aos seis minutos do segundo tempo, Macedo fez o gol necessário para o Santos classificar-se, mas no minuto seguinte o Fluminense diminuiu com Rogerinho. Foi, então, que Camanducaia e Marcelo Passos fizeram valer as suas palavras e marcaram o quarto e o quinto do Peixe na partida. O Flu ainda descontou aos 40 do segundo tempo, mas o Alvinegro Praiano garantiu a classificação histórica à final.

Neste domingo, às 16h, a Rede Bandeirantes retransmitirá a partida. Para essa reprise, o Peixe ativou a venda de ingressos fictícios que variam de R$ 4 (para sócios) e R$ 8 (para não sócios), a fim de arrecadar recursos para as categorias de base. Será a segunda vez que o clube toma essa iniciativa. Há duas semanas, quando a Rede Globo retransmitiu o título santista da Libertadores de 2011, foram vendidos R$ 8 mil tickets e levantado R$ 55 mil na comercialização dos “ingressos de sofá”.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Santos 5 x 2 Fluminense em 1995, no Pacaembu.
Santos 5 x 2 Fluminense em 1995, no Pacaembu.

Giovanni pelo Peixe (Foto: Divulgação)


Leia também