Robert de Niro cita filhos para apoiar luta antirracista: "tenho meus privilégios"

Yahoo Vida e Estilo
Robert De Niro (Photo by Samir Hussein/WireImage)
Robert De Niro (Photo by Samir Hussein/WireImage)

Robert de Niro concedeu entrevista ao apresentador Jimmy Fallon nesta quinta-feira (11) e falou sobre os protestos antirracistas nos Estados Unidos. Relembrando que seus seis filhos têm a pele mais escura que a dele, o ator admitiu na conversa: "eu tenho os meus privilégios (como branco)”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O ator de Taxi Driver e Bons Companheiros teve filhos com três mulheres negras: Diahnne Abbott, mãe de Drena (48 anos) e Raphael (44 anos), e Grace Hightower, mãe dos gêmeos Julien e Aaron (24 anos), e Toukie Smith; mãe de de Elliott (22 anos) e Helen (8 anos).

Leia também

"As pessoas orientam seus filhos (negros): fique com as mãos para baixo quando for parado por um policial. Mantenha as mãos no volante. Não faça movimentos bruscos. Não faça isso. Isso é assustador e precisa mudar”, disse. O artista afirmou que existem "bons policiais" com sensibilidade, mas outros não podem exercer a função.

Robert De Niro com o filho Julien De Niro (Photo by Bruce Glikas/FilmMagic)
Robert De Niro com o filho Julien De Niro (Photo by Bruce Glikas/FilmMagic)

"Eu sei que não sou um policial e não sei o cotidiano da profissão. Mas precisa haver uma grande mudança. Eles precisam ser treinados e precisam ser mais sensíveis em alguns momentos. Os policiais devem existir para ajudar a nossa comunidade", opinou o ator.

Sobre os protestos durante uma pandemia, ele se posicionou a favor. “Nós vimos os protestos e tudo mais, ocorrendo de forma correta, as pessoas estão com raiva e não se importaram (com a pandemia). Acho que muitas pessoas usaram máscaras, mas isso mostra como todos estavam com raiva”, concluiu.

Confira abaixo:

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também