Sergio Ramos lembra de críticas após ser decisivo: "Há uma semana me matavam"

Madri, 7 mar (EFE).- O zagueiro Sergio Ramos lembrou nesta terça-feira, após ser o protagonista da vitória do Real Madrid sobre o Napoli por 3 a 1, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, vinha sendo criticado pelas atuações em tropeços do ex-líder do Campeonato Espanhol.

"Há uma semana me matavam, há um mês eu era muito bom. Não é por marcar gols que serei um herói", afirmou o defensor à emissora espanhola "Mega", logo após o fim do confronto, que classificou os 'Blancos' para as quartas.

Ramos comemorou dois gols durante a vitória sobre o Napoli, no entanto, apenas um foi creditado a ele, já que o outro acabou sendo creditado ao atacante belga Dries Mertens, contra. Apesar de certa irritação, o jogador espanhol preferiu comemorar o resultado.

"Fico feliz por atingir nosso objetivo, que era avançar às quartas. Era meu jogo 100 na 'Champions'", lembrou o zagueiro.

Questionado pelo mau desempenho do Real Madrid no primeiro tempo, Ramos admitiu que não há muito o que fazer, já que seria "muito fácil" se houvesse fórmula para superar os maus momentos.

"Às vezes, as coisas não saem como trabalhamos. Sempre que a atitude for boa e positiva, não há coisas para reprovar. Nos precipitamos muito com a bola, eles nos desarmavam em nosso campo, criavam chances", avaliou o espanhol.

O Real se classificou já que levou a melhor nos dois jogos sobre o Napoli das oitavas de final por 3 a 1. Agora, a equipe aguarda os demais classificados e o sorteio das quartas, marcado para acontecer em 17 de março. EFE