River e Palmeiras fazem primeiro duelo da semifinal da Libertadores

·3 minuto de leitura

O Palmeiras e o argentino River Plate abrem nesta terça-feira o primeiro capítulo das semifinais da Copa Libertadores, com uma partida de ida entre dois times com tradição no torneio e considerados grandes candidatos ao título.

Vencedor da Libertadores em quatro ocasiões, duas delas nos últimos anos (2015 e 2018) e sob o comando de Marcelo Gallardo, o River mantém seu protagonismo internacional e almeja uma nova consagração após derrotar o Nacional uruguaio nas quartas de final com vitórias em Avellaneda (2-0) e Montevidéu (6-2).

Do outro lado, o Palmeiras chega a esta fase invicto desde o início da Libertadores com uma excelente campanha de oito vitórias e dois empates. Eliminou na fase anterior o Nacional paraguaio (1-1 e 3-0) e busca disputar a final da competição pela quinta vez, após um único título em 1999 e três decisões perdidas (1961, 1968 e 2000).

Com Gallardo como técnico, o River tem se revelado nos últimos anos um adversário muito duro nos duelos de mata-mata e buscará prolongar seu espírito de copeiro contra um adversário liderado pelo português Abel Ferreira que substituiu o experiente Vanderlei Luxemburgo com bons resultados.

- River com dúvidas na defesa -

No último sábado, o River empatou em 2 a 2 no argentino 'Superclásico' com o Boca Juniors em um duelo em que Gallardo usou vários titulares, e que dominou amplamente a posse de bola, mas o 'xeneize' também revelou sérios problemas defensivos que podem custar caro em um confronto eliminatório, em que um erro pode ser fatal.

Nos últimos dias, o treinador do River perdeu os dois laterais esquerdos, Fabrizio Angileri e Milton Casco, lesionados, forçando uma reorganização de suas peças. Gallardo vai fazer um teste de última hora com Casco para ver se ele tem condições de jogar. Se não der, colocará Javier Pinola, que costuma atuar como segundo zagueiro.

Do lado dos visitantes, a única grande ausência é a de Felipe Melo, que se recupera de uma fratura no tornozelo, mas ainda não está disponível para jogar no time paulista, que já pode contar com o atacante Gabriel Verón e o volante Zé Rafael.

Este jogo de ida será disputado na noite desta terça-feira a partir das 21h30 (horário de Brasília), no estádio Libertadores de América, do Independiente, em Avellaneda (sul de Buenos Aires), e terá como árbitro o uruguaio Leodán González, enquanto o chileno Julio Bascuñán será o responsável pelo VAR.

A volta será na terça-feira, 12 de janeiro, no Allianz Parque, em São Paulo, e quem avançar enfrentará na grande final do dia 30 de janeiro, no Maracanã, no Rio de Janeiro, o vencedor do outro duelo, entre Boca e Santos, que começa a ser disputado na quarta.

-- Possíveis escalações:

River: Franco Armani - Gonzalo Montiel, Robert Rojas, Paulo Díaz (ou Javier Pinola) e Milton Casco (ou Pinola) - Bruno Zuculini, Enzo Pérez e Nicolás de la Cruz - Matías Suárez, Rafael Borré e Jorge Carrascal. Técnico: Marcelo Gallardo.

Palmeiras: Weverton – Marcos Rocha (ou Gabriel Menino), Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña - Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga - Gabriel Verón (ou Gustavo Scarpa), Rony e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

str/sa/ol/aam