River deve anunciar mudança de nome do Monumental

·1 min de leitura
Monumental de Nuñez deve ter seu novo nome anunciado em breve. Foto: Marcelo Endelli/Getty Images
Monumental de Nuñez deve ter seu novo nome anunciado em breve. Foto: Marcelo Endelli/Getty Images

Tendência em grandes arenas esportivas espalhadas pelo mundo, os naming rights estão cada vez mais ganhando espaço na América do Sul. Agora é a vez do River Plate, que está perto de anunciar que o estádio Antonio Vespucio Liberti, mais conhecido como Monumental de Nuñez, deve ter o nome de uma marca nos próximos cinco ou seis anos.

A imprensa argentina especula que o acordo gire em torno de US$ 20 milhões (pouco mais de R$ 108 milhões na cotação atual) e se somaria aos patrocínios atuais dos “Millonarios”.

Leia também:

Embora o clube não tenha confirmado nada, sabe-se também que uma petroleira, uma multinacional global e uma rede de supermercados são as empresas mais cotadas para terem o nome de suas marcas relacionadas a um dos templos do futebol sul-americano, sediando inclusive a final da Copa do Mundo de 1978, vencida pela Argentina.

O River não será o primeiro clube argentino a ter um estádio com nome de alguma marca. O estádio do Argentinos Juniors foi renomeado Autocrédito Diego Armando Maradona se juntando a estádios do resto do mundo, da Europa e também do Brasil.

Graças a este acordo, mais comum em estádios da Europa (Allianz Arena do Bayern de Munique, Estádio Eihad do Manchester City, Wanda Metropolitano do Atlético Madrid, entre outros), o clube argentino vai poder financiar a segunda fase das obras do Monumental, incluindo a construção de um novo anel, 76 camarotes, três pisos de estacionamento, uma ponte que o ligará às arquibancadas e um restaurante, além da mudança dos lugares, num plano que vai aumentar a capacidade para 81 mil espectadores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos