Rivaldo rebate reclamações de Setién: "não é digno do Barcelona"

Goal.com

E Rivaldo voltou a botar a boca no trombone. A vítima da corneta do ex-jogador desta vez é o treinador do Barcelona, Quique Setién.

Quando a notícia de que a Fifa permitiria que fossem realizadas cinco substituições por partida nos pós-pandemia do coronavírus Covid-19, o técnico do clube catalão afirmou que a mudança não seria boa para o Barça, que, segundo o treinador, vence muitas partidas no final com adversários já cansados.

Assim, para Setién, os rivais do Barcelona iriam conseguir manter a equipe descansada e aguentariam por mais tempo a pressão dos Blaugranas. Rivaldo, questionado sobre a opinião do técnico, não concordou nem um pouco.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"São desculpas que não servem para o Barcelona. Isso não tem nenhum sentido, é ridículo. Não vejo o porquê de buscar desculpas em assuntos como esse, onde só duas substituições seram mudadas." discordou o brasileiro, antes de criticar a mentalidade do treinador. "Equipes gigantes precisam vencer em 45 minutos, tem toneladas de talento comparadas com rivais. Não podem esperar que seus adversários se cansem."

Rivaldo, depois de ser revelado para o futebol de vez no "Carrossel Caipira" do Mogi Mirim - equipe que está à beira da falência... -, viveu seus melhores dias no clube catalão, onde passou cinco anos, marcando 136 gols em 230 jogos, antes de ser liberado por Louis van Gaal, um de seus desafetos mais famosos.

Com cinco substituições ou não, o Barcelona é um dos grandes favoritos para vencer a La Liga deste ano. O clube só depende de si mesmo para ser campeão, já que lidera a competição neste momento, mesmo tendo sido derrotado pelo Real Madrid. Assim, se sair vencedor de todas as suas partidas, garante o título do Campeonato Espanhol.

O primeiro desafio da equipe comandada por Setién no pós-pandemia será contra o Mallorca, neste sábado (13), às 17h (de Brasília). A partida será disputada no Iberostar Stadium.

Leia também