Rival da Alemanha, Costa Rica mantém sonho de classificação, diz o técnico: 'Sabemos bem de que maneira'

Luis Fernando Suárez tenta fazer história com a Costa Rica (Karim Jaafar/AFP)


A seleção da Costa Rica foi dada por muito como eliminada após a goleada sofrida para a Espanha, na primeira rodada. Só que a vitória sobre o Japão, em seguida, manteve o time caribenho vivo na luta por uma vaga nas oitavas de final. Para tanto, o último duelo da primeira fase é contra a Alemanha. E o técnico Luis Fernando Suárez diz saber o caminho do sucesso contra a tetracampeã do mundo.

- Temos que evitar a pressão alta deles, o volume de ataque e o jogo interior. Temos que ser compactos e ter clareza do que devemos fazer com a bola. Escolher quando fazer uma boa transição e, quando não for possível, saber o que fazer. Sabemos bem de que maneira vamos enfrentar a Alemanha - resumiu o treinador.

No grupo E, a Espanha está em primeiro lugar, e vai encarar o Japão, time que superou a própria Alemanha. O grupo está embolado, e o adversário da Costa Rica tem mais tradição. Mas não necessariamente mais vontade.

- Temos consciência do quão difícil vai ser esse jogo porque é um adversário muito qualificado e com desejo de se classificar, mas também temos consciência da nossa possibilidade. Queremos nos classificar e fazer coisas importantes. Vamos encarar esse jogo com muita atenção - garantiu Suárez.

-> Confira a tabela da Copa do Mundo