Rival de Amanda Nunes se nega a lutar no Rio e propõe duelo em julho

Amanda Nunes nocauteou Ronda Rousey no UFC 207 - Rigel Salazar

Já está apalavrado, mas ainda não oficializado. A próxima defesa de título dos galos (61 kg) de Amanda Nunes deverá ser realmente diante de Valentina Schevchenko. E nessa segunda-feira (13), através das redes sociais, a brasileira até chegou a propor uma data, mas foi devidamente negada pela rival.

A ‘Leoa’ sugeriu para a atleta do Quirguistão que elas se enfrentassem no UFC 212, que acontecerá no dia 3 de junho, no Rio de Janeiro. No entanto, Valentina negou que estará pronta para tal data e justificou a sua decisão também através do Twitter.

“Vejo você em 3 de junho?”, perguntou a campeã. “UFC ofereceu a luta em abril e você negou. Foi dito que você poderia lutar em julho. Minha agenda está planejada para julho. Qualquer lugar, qualquer hora em julho”, respondeu a número 1 do ranking das desafiantes.

O mês de julho terá dois cards numerado e, consequentemente, que deverão ter lutas pelo cinturão. No dia 8, o UFC 213 acontecerá em Las Vegas. Já no dia 29 será a cidade de Anaheim que receberá o maior torneio de MMA do mundo.

Para o card do UFC Rio, a luta principal será entre o brasileiro José Aldo, campeão dos penas (66 kg), e o americano Max Holloway.