Rivais relembram 2013 e provocam Palmeiras após nova derrota para o Mirassol: 'Freguês'

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Na manhã deste domingo (25), muitas horas antes da bola rolar no Allianz Parque, torcedores do Palmeiras já teciam comentários diversos sobre a partida das 20h. Aos olhos mais desatentos, o jogo contra o Mirassol pela fase classificatória do Paulistão não demandava esse tipo de atenção, mas bem... Foi em 2013 que o Mirassol deixou de ser um adversário qualquer no caminho do Verdão, e isso ficou evidente nas redes sociais de diversos alviverdes antes do duelo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A lembrança de 2013, ano em que o Mirassol humilhou o Palmeiras por 6 a 2 pelo Campeonato Paulista, funcionou com um verdadeiro presságio ao que aconteceria horas depois: o placar foi bem mais modesto, mas a equipe interiorana fez a festa contra o Verdão mais uma vez. A vitória por 2 a 1, gols de Fabrício e Diego Gonçalves - o garoto Newton descontou para os donos da casa já nos acréscimos -, obviamente rendeu inúmeras brincadeiras junto aos rivais alviverdes nas redes sociais.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Alguns torcedores ainda lembraram o fato do Mirassol ser comandado por Eduardo Baptista, velho conhecido do Palmeiras: ele trabalhou na Academia de Futebol em 2017, passagem marcada por uma polêmica entrevista coletiva que à época virou meme. Quem não se lembra do treinador gritando 'Fala a fonte!' após um jogo de Libertadores?

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A derrota por 2 a 1 colocou o Palmeiras em situação incômoda no Paulistão, afinal, é apenas o terceiro colocado de seu grupo com 12 pontos conquistados, cinco atrás do Novorizontino (2º) e a nove do líder Red Bull Bragantino. O Mirassol, por sua vez, chegou aos 14 pontos e segue no topo do Grupo D, com cinco pontos de vantagem em relação ao Santos.