Com risco de não se classificar, Holanda demite técnico Danny Blind

Com o risco de não se classificar para a Copa do Mundo de 2018, a Holanda demitiu o técnico Danny Blind, na quinta rodada da competição. A Federação Holandesa de Futebol divulgou a decisão da seleção neste domingo, afirmando que o treinador interino Fred Grym dará continuidade ao cargo.

O próximo passo da Laranja é buscar um novo comandante para a seleção. Já que a próxima rodada será apenas no mês de junho, a Federação se vê com tempo suficiente de encontrar um substituto a altura.

O diretor da instituição nacional Jean Paul Decossaux se despediu de Danny Blind e disse que reconhece todo o trabalho realizado até hoje. “Nós respeitamos o que o Danny significava para nós e para a equipe durante seu comando. Mas, porque os resultados têm sido decepcionantes, e agora prossegue com dificuldade para se classificar, sentimo-nos, infelizmente, forçado a dizer adeus a ele”, explicou.

Danny lamentou a decisão, depois da derrota para a Bulgária, por 2 a 0, no sábado. “Nós estávamos no caminho certo, na Bulgária. Foi meu incidente, tenho tudo dobrado, uma pena que termine assim”, comentou.

 

O próximo desafio da Holanda será contra o Luxemburgo, no dia 9 de junho, numa sexta-feira, às 15h45 (de Brasília). Na atual situação, a equipe holandesa está na quarta colocação, com apenas sete pontos, no Grupo A, das Eliminatórias da Europa.