Risco de Covid na Olimpíada é "zero", diz COI em meio a aumento de casos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Estádio em Tóquio
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse nesta quinta-feira que existe um risco "zero" de participantes dos Jogos infectarem moradores do Japão com Covid-19 no momento em que os casos atingem uma alta de seis meses na cidade-sede.

"O risco para outros moradores da Vila Olímpica e o risco para o povo japonês é zero", disse Bach, acrescentando que os atletas e as delegações da Olimpíada passaram por mais de oito mil exames de coronavírus e que só três foram positivos.

Estes casos foram isolados, e seus contatos próximos também estão sujeitos a protocolos de quarentena, disse Bach no início das conversas com a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, e a presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto.

A pouco menos de uma semana da cerimônia de abertura de 23 de julho, Tóquio relatou 1.308 infecções novas de Covid-19 nesta quinta-feira, seu maior número diário desde o final de janeiro.

Adiada no ano passado por causa da pandemia de Covid-19, a Olimpíada tem pouco apoio público no Japão em meio aos temores generalizados de um novo surto de coronavírus.

Críticos da realização dos Jogos de Tóquio apresentaram nesta quinta-feira uma petição que já reuniu mais de 450 mil assinaturas neste mês, noticiou a mídia do país.

Os organizadores impõem "bolhas" olímpicas para evitar novas transmissões da Covid-19, mas especialistas médicos temem que não sejam suficientemente vedadas.

(Por Eimi Yamamitsu e Ju-min Park)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos