Ringo Starr processa empresa que usou seu nome em anel peniano

Rafael Monteiro
·1 minuto de leitura
In this Oct. 11, 2019 photo, Ringo Starr poses for a portrait at the Sunset Marquis in Los Angeles. (Photo by Rebecca Cabage/Invision/AP)
Ringo Starr (Photo by Rebecca Cabage/Invision/AP)

Ringo Starr está processando uma empresa que colocou no mercado um anel peniano com o seu nome. A pitoresca história envolvendo o ex-baterista dos Beatles foi revelada em detalhes pelo jornal Express.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Segundo a publicação, a empresa Screaming O, controlada pela Pacific Coast Holdings, conta desde 2018 com um brinquedo sexual que homenageia o roqueiro chamado "Ring O".

Leia também:

Ringo até tinha autorizado o uso do seu nome no produto, mas não havia permitido que o item fosse registrado - o que fez o caso ir parar nos tribunais. Questionada sobre o brinquedo, a empresa agora diz que o anel não tem a ver com o roqueiro.

Segundo a Screaming O, o seu público-alvo é jovem e, portanto, não associa o anel peniano a Ringo. A empresa ainda acusa o roqueiro de tentar "invadir uma marca registrada". Em contato com a reportagem, os advogados de Ringo não quiseram se pronunciar sobre o caso.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube