Rincón diz ter sofrido racismo no Real Madrid: 'Faltou eu ser branco'


Ídolo no Brasil com a camisa do Corinthians, o colombiano Freddy Rincón passou uma temporada no Real Madrid, mas não teve o mesmo sucesso atuando na Espanha. Em entrevista para a "Gol Caracol", da Colômbia, o ex-jogador contou os motivos.

- Me faltou ser branco. Não sofri racismo no dia a dia, mas para jogar dentro do Real Madrid, sim. Com Jorge Valdano foi muito difícil, porque o pressionavam - disse o colombiano.

Rincón disse que o clube merengue deixou uma marca negativa em sua carreira, mas que se tivesse outras oportunidades melhores poderia ter mais sucesso.

- O clima era pesado, porque há muitos egos, muito orgulho, são coisas que acontecem por estar na melhor equipe do mundo. Estar com essas figuras era muito bom, fiz bons amigos.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também