Richarlison renova com Everton, mas seu futuro está longe de Liverpool

Everton anuncia renovação do vínculo de Richarlison até 2024, mas futuro do brasileiro está distante do Goodison Park
Everton anuncia renovação do vínculo de Richarlison até 2024, mas futuro do brasileiro está distante do Goodison Park

Mesmo em 17º na Premier League, os torcedores do Everton tem razões para comemorarem: o clube inglês acabou de anunciar oficialmente a renovação de contrato de Richarlison até 2024: um ano e meio depois de sua contratação, o brasileiro recebeu um bom aumento em seu salário, além de um incremento na multa rescisória. E é aí que mora o futuro do "Pombo".

Por mais que Richarlison tenha se adaptado muito bem ao Everton e à Premier League, sendo destaque dos Toffees e se consolidando na seleção brasileira, seu futebol parece querer alçar voos maiores. Voos esses que não correspondem às aspirações da equipe de Liverpool, que hoje parece mais preocupada em escapar da Championship, a segunda divisão inglesa.

É claro que o discurso de Richarlison e o do clube são diferentes: para o diretor de futebol, Marcel Brands, o brasileiro será o grande craque do Everton, o jogador que irá levar os Toffees ao mesmo patamar do rival Liverpool. Na prática, no entanto, a realidade é outra.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Richarlison tinha contrato vigente até 2023. Na verdade, a renovação só estende seu vínculo por um ano. Isso deixa algo muito bem claro: a única motivação do Everton em renovar o contrato do brasileiro é garantir uma multa rescisória maior, já que caso Richarlison chegue no patamar que o clube deseja, sua trajetória natural o levará para longe de Goodison Park.

Afinal, o atacante titular da seleção brasileira não pode deixar de jogar as principais competições do planeta, e nos últimos dez anos, o Everton só jogou um torneio continental por três vezes.

Já adaptado ao estilo de jogo inglês, parece claro para todos que o ápice de Richarlison será mesmo na Inglaterra. No entanto, se o brasileiro não quiser desperdiçar seus melhores anos brigando no máximo por uma vaga na Liga Europa, ele terá que deixar o Everton rumo a novos ares.

Leia também