Richarlison lamenta jogo da Seleção sem TV aberta: 'O povo quer acompanhar as partidas e não pode'

LANCE!
·1 minuto de leitura

O atacante Richarlison não se esquivou da pergunta sobre o fato da partida entre Brasil e Uruguai ser exibida apenas em canais pagos. Perguntado sobre a falta de transmissão em TV aberta do triunfo que a equipe de Tite teve por 2 a 0 sobre os uruguaios nesta terça-feira, o "Pombo" afirmou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

- O povo brasileiro que quer acompanhar sua Seleção e isso dificulta um pouco. Agora, com essa pandemia, tinha de aproveitar e mostrar mais os jogos, para quem quer estar por dentro de tudo, mas eles não podem devido às negociações com a TV. Fora que a gente sente falta do torcedor no estádio - afirmou.

Leia também:

A Rede Globo não entrou em acordo com a Mediapro, empresa espanhola detentora dos direitos de transmissão de oito seleções nas Eliminatórias. A negociação se restringe às partidas que o Brasil joga fora de seus domínios.

O camisa 7 também falou sobre a falta que sofreu de Cavani. Aos seus olhos, o uruguaio não teve maldade na jogada, que culminou na expulsão do atacante.

- Acho que foi uma disputa de bola e ele errou o bote. Se estivesse mais preso, iria quebrar o meu o tornozelo. Acabou que ele quebrou a bola - declarou.

Richarlison também brincou sobre o cruzamento de Renan Lodi.

- Durante o treinamento eu falei: "acerta uma na minha cabeça, tá de sacanagem". Foi bom, pude fazer um gol pela Seleção - declarou sobre a jogada do segundo gol.

O Brasil, que tem 12 pontos em quatro jogos nas Eliminatórias, volta a campo em março de 2021, contra a Colômbia.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos