Richarlison faz golaço de voleio e Brasil vence Sérvia por 2 a 0 na estreia

LUSAIL, QATAR (UOL - FOLHAPRESS) - Foram mais de quatro anos de espera, mais de 2,1 milhões de minutos, mas que passaram voando comparados com a tensão dos primeiros 62 minutos do Brasil na Copa do Mundo do Qatar 2022 nesta quinta-feira (24). O nervosismo tomava conta do país do futebol quando Richarlison liberou o grito de gol e abriu caminho para a vitória sobre a Sérvia por 2 a 0.

A seleção brasileira teve o controle da partida desde o início, mas não conseguia furar o bloqueio sérvio. Raphinha teve a melhor chance do primeiro tempo, mas bateu fraco. Alex Sandro acertou a trave já na segunda etapa, mas foi então que Richarlison entrou em ação.

O camisa 9 da seleção brasileira aproveitou jogada de Neymar, chute de Vini Jr e rebatida do goleiro Vanja para provar toda sua presença de área e abrir o placar. Depois, Vini Jr recebeu pela esquerda e serviu o Pombo, que viu a bola subir no domínio e não teve dúvidas: virou um voleio espetacular para ampliar e fechar a conta para o Brasil.

Com o resultado, o Brasil lidera o grupo G por ter um saldo de gols maior do que a Suiça, que venceu hoje mais cedo a seleção de Camarões por 1 a 0. O time de Tite volta a campo nesta segunda-feira (28), às 13h, para enfrentar a Suíça.

*

BRASIL

Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro e Lucas Paquetá (Fred); Rapinha (Gabriel Martinelli), Neymar (Antony) e Vinícius Júnior (Rodrygo); Richarlison (Gabriel Jesus). T.: Tite.

SÉRVIA

Vanja Milinkovic-Savic; Veljkovic, Milenkovic e Pavlovic; Zivkovic (Nemanja Radonjic), Gudelj (Ivan Ilic), Lukic (Darko Lazovic) e Mladenovic (Dusan Vlahovic); Sergej Milinkovic-Savic, Tadic e Mitrovic (Nemanja Maksimovic). T.: Dragan Stojković.

Estádio: Lusail, em Al Daayen (Qatar)

Quando: Às 16h (de Brasília) desta quinta-feira (24)

Árbitro: Alireza Faghani (Irã)

Auxiliares: Mohammadreza Mansouri (Irã) e Mohammadreza Abolfazli (Irã)

VAR: Abdulla Al-Marri (Qatar)

Gols: Richarlison, aos 17' e aos 28' do 2º (Brasil)

Cartões amarelos: Strahinja Pavlovic, Nemanja Gudelj, Sasa Lukic (Sérvia)