Richarlison defende Neymar das críticas após foto com 6 estrelas no escudo da Seleção

O atacante Richarlison defendeu nesta segunda-feira seu companheiro de Seleção Neymar das críticas que recebeu após postar nas redes sociais uma foto do escudo da CBF com seis estrelas.

"Arrogantes são eles. Somos apenas sonhadores. Estamos sonhando com essa sexta estrela e vamos buscar, eles querendo ou não", disse o 'Pombo'.

O jornal alemão Bild considerou "um ataque de arrogância" a imagem que o astro do Paris Saint-Germain publicou no sábado no Instagram, durante a viagem da delegação brasileira a Doha.

Na foto, o camisa 10 exibe o escudo da Seleção estampado em seu calção com seis estrelas, usando um filtro da rede social.

"O Neymar postou aquilo porque é o sonho dele também. A gente sabe da vontade dele de ganhar e ele posta o que quiser. O Neymar feliz aqui, também estaremos felizes, isso é o mais importante", afirmou Richarlison, que chamou de imbecil o autor da matéria.

Aos 30 anos, 'Ney' é o principal jogador do Brasil na busca pelo sexto título mundial.

Em uma entrevista coletiva após o segundo treino da Seleção em Doha, o atacante do Tottenham se mostrou confiante.

"A gente passou por momentos de dificuldade, mas a gente superou. Doeu muito perder as Copas do Mundo de 2014 e de 2018, mas agora chegou a nossa oportunidade. Temos uma equipe muito boa, vamos batalhar para isso", afirmou.

- O peso da espera de 20 anos -

Richarlison, de 25 anos, vestirá a camisa 9 do Brasil, que já foi usada por lendas como Ronaldo e Careca, mas que rendeu pouco nos atacantes disputaram os últimos Mundiais (Luís Fabiano, Fred e Gabriel Jesus).

"Sempre foi meu sonho e esse momento chegou. O professor Tite confia em mim e eu agradeço por essa confiança de me dar a camisa 9. Ele sabe que sou um cara que faz muitos gols", comentou.

O 'Pombo' foi o segundo maior artilheiro do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas com seis gols, dois a menos que Neymar.

E nos últimos quatro amistosos da Seleção (vitórias sobre Japão, Coreia do Sul, Gana e Tunísia), balançou as redes quatro vezes.

"Deixo os gols saírem naturalmente, sem pressão. Tenho Neymar, Vini, Paquetá... Com certeza a bola vai chegar", afirmou.

O Brasil estreia na Copa do Mundo na quinta-feira contra a Sérvia dos artilheiros Aleksandar Mitrovic e Dusan Vlahovic. Depois, enfrenta pelo Grupo G Suíça e Camarões.

"A gente carrega (a pressão de querer ganhar a Copa), como todo brasileiro. Desde 2006 todo mundo quer que o Brasil conquiste o hexa", disse o atacante Raphinha.

"Para chegar na final temos que disputar jogo a jogo. Temos que estar com a cabeça na Sérvia neste momento, tentar fazer o melhor jogo possível para nos dar confiança para o resto da Copa", acrescentou o jogador do Barcelona.

raa/mcd/cb