Richarlison compara Endrick a Adriano e espera ida à Europa

Atacante da seleção, Richarlison elogiou Endrick e vê futuro para o palmeirense (Foto: Stefan Matzke - sampics/Corbis via Getty Images)
Atacante da seleção, Richarlison elogiou Endrick e vê futuro para o palmeirense (Foto: Stefan Matzke - sampics/Corbis via Getty Images)

O atacante da seleção brasileira Richarlison elogiou Endrick, um dos jovens com maior ascensão prevista no futebol brasileiro. Ainda no Palmeiras, o jogador de 16 anos vem sendo especulado em diversos times da Europa, que têm interesse em sua contratação — gigantes como Real Madrid, Chelsea e PSG são alguns dos que já o sondaram.

Por conta disso, o nome de Endrick é quente mesmo na Copa do Mundo. Para Richarlison, por exemplo, o jogador do Palmeiras tem características parecidas com a de Adriano, o Imperador, que marcou época na Inter de Milão, da Itália.

Leia também:

“Acredite, posso dizer que Endrick é impressionante, ele é muito forte e talentoso. Ele lembra o Adriano. Eu o vi jogar no Brasil e no Palmeiras; Acho que daqui a dois anos ele chega na Europa”, disse Richarlison, em trecho publicado pelo jornalista Fabrizio Romano, um dos maiores especialistas no mercado europeu.

De acordo com a mídia internacional, o time que leva a vantagem para a contratação de Endrick é o PSG, em que já jogam Lionel Messi, Kylian Mbappé e Neymar. Os outros times continuam na corrida, afinal, ele só poderá chegar à Europa aos 18 anos. O técnico Xavi, do Barcelona, também deu uma declaração sobre o jogador, elogiando-o.

“Estivemos falando com seu pai e também diretamente com o jogador. Eu expliquei o projeto que temos no Barcelona. Queremos talentos e ele é um talento, capaz de fazer a diferença. Tem o gol, tem o drible, tem uma capacidade brutal de fazer a diferença. É um jogador já de presente, que já está jogando na liga brasileira, e também do futuro”, disse Xavi, que prosseguiu.

“É um tipo de jogador que necessitamos. Ele já sabe o projeto que temos no Barcelona e estamos conversando. Tomara que vire jogador nosso. Depende dele. Sempre depende do jogador. Normalmente, um jogador vai acabar jogando aonde quer jogar. Então é uma decisão muito pessoal do Endrick”, finalizou, em entrevista publicada pela ESPN.