Ricardo Sá Pinto destaca atuação do Vasco no Morumbi: 'Fizemos um grande jogo tático, muito inteligente'

LANCE!
·3 minuto de leitura


O Vasco fez um bom jogo diante do embalado São Paulo e empatou por 1 a 1, no Morumbi, na tarde deste domingo. Cano abriu o placar, mas Luciano empatou ainda no primeiro tempo. Durante a coletiva de imprensa, o técnico Ricardo Sá Pinto elogiou a postura da equipe e lamentou não ter saído com a vitória do Morumbi.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

- Eu acho que antes desse jogo as expectativas eram baixas em relação a um bom resultado devido ao momento do São Paulo, que não está em primeiro porque tem três jogos a menos. Depois da vitória boa que teve contra o Flamengo e nós fazendo nosso caminho com muitas dificuldade, sem jogadores importantes por causa do Covid-19, que abalam em termos estratégico, de trabalho, não conseguimos repetir os 11. Penso que fizemos um grande jogo tático, muito inteligente - ressaltou.

- A alma de jogar como Vasco, equipe lutadora, unida, mentalidade vencedora. Pressionou o São Paulo na casa dele. O resultado é aceitável, mas o São Paulo não pode dizer que merece mais. O gol deles caiu do céu. Não tiveram mérito nenhum. Tivemos uma infelicidade. Merecíamos ganhar. Aceito que tenha mais posse bola, mas demos a bola. Reconhecemos a qualidade deles. É superior a nós. Jogamos com a força que podemos jogar estrategicamente a equipe foi perfeita - salientou.

Em outro momento da coletiva, o comandante português fez um pedido à torcida vascaína e disse que o momento é de união. Ele também elogiou a atuação do jovem goleiro Lucão, que substituiu o experiente Fernando Miguel, que testou positivo para Covid-19, e fez boas defesas nas vezes em que o São Paulo chegou com perigo.

- Esse é momento de união. Vai ser duro até o final, mas acreditamos que podemos fazer uma boa época. Se estivermos desunidos, não será possível. Se quiserem um culpado, estou aqui - frisou

- O Lucão fez uma exibição muito segura, inteligente. Era um jogo para não correr risco, simplificar ações. A equipe joga de uma forma que ajuda muito os goleiros. Teve uma bola difícil que ele pegou. Quando foi preciso, ele foi chamado e resolveu o problema muito bem. De resto, controlou as ações, está de parabéns pelo jogo que fez - elogiou.

Por fim, o técnico analisou a próxima partida do Vasco na temporada, uma decisão contra o Defensa y Justicia, na Argentina, pelas oitavas de finais da Copa Sul-Americana.

- Estamos concentrados para este jogo (Contra o Defensa y Justicia) . Ontem vi um jogo deles, o penúltimo, quando empataram em casa. É uma equipe que joga no 3-5-2. É uma equipe que não vem de bons resultados no campeonato deles, mas é uma competição diferente e as equipes se motivam, vai ser um jogo difícil. Tem dois atacantes rápidos na frente, laterais que aprofundam, chegam bem nos corredores. Teremos que ter muito cuidado. Hoje ainda vou ver um segundo jogo para começar a preparar para quinta-feira estarmos à altura - analisou

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Ceará em São Januário, na segunda, dia 30, às 18h (de Brasília). Antes disso, a equipe de Ricardo Sá Pinto terá uma decisão pela Copa Sul-Americana. Na quinta, o Cruz-Maltino visita o Defensa y Justicia, pelo jogo de ida das oitavas de finais, às 21h30 (de Brasília), no Norberto Tomaghello, na Argentina.