Ricardo Rocha celebra início do trabalho no São Paulo

Yahoo Esportes
Ricardo Rocha em coletiva no São Paulo (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Ricardo Rocha em coletiva no São Paulo (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Por Marcelo Guimarães

Após dez anos longe do futebol, tendo trabalhado durante este intervalo como comentarista de televisão, Ricardo Rocha aceitou o desafio de voltar ao esporte, no fim do ano passado, ao ser convidado para ser coordenador do São Paulo. Em pouco mais de sete meses na nova profissão, o ex-zagueiro não esconde o entusiasmo com o trabalho no Tricolor Paulista e vê o clube no caminho certo para retomar o protagonismo no Brasil e aumentar a coleção de títulos internacionais.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

Em entrevista ao Yahoo Esportes, Ricardo falou sobre o início do seu trabalho no Morumbi e comentou a parceria com o diretor executivo Raí e o superintendente de relações institucionais Lugano. Assim como os outros dirigentes, ele também é um ex-jogador do clube, mas garante que a relação estreita dos três com o Tricolor não está sendo decisivo para o sucesso nesta temporada.

– Os meus primeiros meses foram muito bons. Chegamos e começamos a conhecer os problemas do clube para resolvê-los. Acho que agora estamos em um bom nível. Não acho que o fato de conhecermos o clube está sendo decisivo no bom momento do time. O segredo do trabalho é a seriedade com que levamos tudo por aqui.

Ricardo Rocha aproveitou para explicar como as decisões do departamento de futebol são tomadas.

– Tomamos as decisões juntos, em conjunto. Todos conhecemos o futebol e o clube. Opinamos e chegamos a uma conclusão. O Raí é o executivo, eu sou o coordenador de futebol e o Lugano toma conta das relações institucionais, mas trabalhamos juntos.

Dirigente vê clube em ascensão e destaca trabalho de Aguirre

Para ele, o bom desempenho do São Paulo no Campeonato Brasileiro não é uma surpresa. Mesmo com a reformulação que o clube passou no início da temporada, o dirigente disse que Tricolor precisa sempre lutar por títulos e deixou claro que ainda não chegou ao seu ápice.

– Em um clube como o São Paulo, não dá para ser diferente. Precisamos pensar sempre na ponta. Porém, ainda estamos no meio do campeonato. Tudo precisa ser aperfeiçoado e ainda temos muito a melhorar. Um passo de cada vez.

O dirigente fez questão de exaltar o trabalho do técnico Diego Aguirre. Além de elogiar o conhecimento do uruguaio, Ricardo o vê como um exemplo para os jovens jogadores que estão sendo formados em Cotia.

– O Aguirre é um grande treinador e conhecedor do futebol brasileiro. Ele jogou no São Paulo, conhece bem o clube e esteve recentemente no país. É um profissional com muita experiência e, além disso, tem um grande caráter e ajuda na formação dos novos jogadores.

Sobre o elenco tricolor, que conta com jogadores experientes como Nenê, Diego Souza, Éverton e Anderson Martins, Ricardo Rocha destacou a força coletiva, sem falar individualmente de apenas um profissional.

– Não temos uma surpresa. Surpresa seria não acreditarmos nos jogadores, como acreditamos em todos que fazem parte do clube. Estamos apenas constatando o bom nível de todos.

Jogador profissional por 16 anos, Ricardo Rocha atuou por Santa Cruz, Guarani, Sporting, São Paulo, Real Madrid, Santos, Vasco, Fluminense, Newell’s Old Boys e Flamengo. Pela Seleção Brasileira, ele participou da conquista do título da Copa do Mundo de 1994. Ele ainda trabalhou como técnico do Santa Cruz, por duas oportunidades, e do CRB.

Leia mais:
– Em coma há um ano, jogador do Ajax dá sinais de recuperação
– Queda de investimentos põe o futuro do vôlei em xeque
– Foto de torcedores ‘olhando’ para Messi viraliza

2 minutos com Nicola – Morumbi estará na Copa América?


Leia também