Ricardo Resende explica entrada de Rickson na derrota do Botafogo para o Brusque

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O técnico interino Ricardo Resende explicou a entrada de Rickson no lugar de Marco Antônio na derrota do Botafogo por 2 a 1 para o Brusque, no Estádio Augusto Bauer, em partida válida pela 12ª rodada da Série B, no último sábado. De acordo com ele, a ideia era de que, com o volante em campo, Chay pudesse ficar mais perto do centroavante Rafael Navarro.

Além disso, Ricardo Resende explicou que essa mexida deveria fazer com que o ponta Diego Gonçalves não voltasse parar marcar. Por fim, o técnico destacou que Pedro Castro deixaria de jogar como segundo volante e passaria a atuar como um meia.

> ATUAÇÕES: Rafael Carioca e Warley recebem as piores notas do Botafogo

- Em relação a entrada do Rickson, a ideia era deixar o Chay mais perto do Navarro e o Diego Gonçalves não ter que retornar para acompanhar o lateral, para ficar três atacantes e liberar Pedro (Castro) mais como meia. Nós tivemos oportunidade, quando estava 1 a 0, para fazer o 2 a 0. Tenho certeza que a gente vai conseguir já no próximo jogo, contra o Goiás, buscar a vitória, porque o grupo tem qualidade para isso - disse.

> Veja a tabela da Série B

O Botafogo já volta a campo na próxima terça-feira, às 19h, contra o Goiás, no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 13ª rodada da Série B. Até aqui, o time de General Severiano está na 13ª colocação, com 13 pontos conquistados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos