Rexona-Sesc e Camponesa/Minas se enfrentam na penúltima rodada

A decisão da equipe que enfrentará o Vôlei Nestlé na final da Superliga feminina será no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira

Rexona-Sesc (RJ) e Camponesa/Minas (MG) farão um duelo que promete agitar a décima e penúltima rodada do returno da Superliga feminina. Companheiras nas conquistas da medalha de ouro nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012, a líbero Fabi e a ponteira Jaqueline se enfrentarão nesta terça-feira, às 20h, na Jeunesse Arena,no Parque Olímpico (RJ). A partida será transmitida no Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

O time carioca lidera a competição com 56 pontos conquistados em 19 vitórias e uma derrota. A equipe de Belo Horizonte (MG) ocupa a quinta colocação, com 39 pontos, sendo 14 resultados positivos e seis negativos.

Nesta terça, a expectativa das duas equipes é de uma boa partida. A líbero Fabi acredita que o Rexona-Sesc terá dificuldades.

- Especialmente pelo segundo turno que fez depois do reforço da Jaque e da Hoocker, o Minas certamente vai brigar pelo título. Elas vieram de um clássico na última rodada, contra o Praia, onde não conseguiram jogar o que podem e com certeza vão querer se recuperar agora.

A experiente líbero, que completará 37 anos da data da partida, destaca a importância das duas jogadoras de maior destaque neste momento na equipe adversária.

- Eles têm como referência a Hoocker, que vem pontuando muito bem, e a Jaqueline, que vem melhorando a cada rodada, entrando em forma. Além disso, o time tem uma base que está junta desde o ano passado. É uma equipe bem perigosa e que vai vir com tudo. Precisamos de lucidez, saber que tem muita qualidade do lado de lá, e estudar bastante para fazer um bom jogo dentro de casa.

As jogadoras do Camponesa/Minas também estão cientes da dura tarefa que terão pela frente ao encarar o líder da competição, jogando em casa. Segundo a ponteira Jaqueline, essa será mais uma partida difícil.

- Com certeza vai ser um jogo muito difícil. Vamos enfrentar o primeiro colocado na tabela, que vem crescendo a cada jogo que passa. Estamos vindo de uma derrota, mas temos um grupo que sempre querer evoluir. Vai ser um grande clássico para quem for a arena assistir e quem puder ver de casa também.

A ponteira ainda destacou a qualidade de seu grupo.

- Vamos dar o nosso melhor porque competência para isso nós temos. Agora temos que colocar dentro de quadra todas as qualidades que o nosso time possui.

Além de Rexona-Sesc e Camponesa/Minas, a décima rodada será completa nesta terça-feira, com outras cinco partidas: Sesi-SP e E.C. Pinheiros (SP) se enfrentarão às 19h,; Dentil/Praia Clube (MG) recebe o Fluminense (RJ), às 19h30; Terracap/BRB/Brasília (DF) e Genter/Vôlei Bauru (SP) jogarão às 20h; Rio do Sul (SC) fará um duelo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 20h15, e o Renata Valinhos/Country (SP) jogará em casa, contra o Vôlei Nestlé (SP), às 20h30.




















E MAIS: