Revisão não é divulgada, e Botafogo não recebe imagem com linhas do VAR em gol anulado de Rafael Moura

·1 minuto de leitura


Uma polêmica marcou o empate sem gols entre Vitória e Botafogo, na noite desta quarta-feira, pela 27ª rodada da Série B do Brasileirão. Rafael Moura, atacante do Alvinegro, havia balançado as redes aos 50 minutos do segundo tempo, mas o gol foi anulado após o árbitro conversar com pessoas na cabine do VAR por posição irregular.

A questão é, durante a transmissão da partida, a imagem da possível revisão não foi divulgada para o público. O buraco é ainda mais fundo. Nem mesmo os representantes do Botafogo receberam essa possível imagem da revisão do lance, que daria a vitória para o Alvinegro.

O árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araujo conversou com pessoas que, provavelmente, estavam na cabine do VAR por cerca de dois minutos e decidiu seguir a decisão de campo, mantendo o impedimento.

O Botafogo, contudo, ainda não tem em mãos nenhum tipo de revisão ou áudio da equipe que comandava a tecnologia do árbitro de vídeo sobre o lance. Internamente, há uma suspeita de que não foi possível traçar as linhas do lance, algo ainda não confirmado oficialmente pela CBF.

A equipe do VAR na partida foi liderada por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, auxiliado por Adriano de Assis Miranda e Silvia Regina de Oliveira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos