Após reunião, dirigente crê em fim de paralisação do futebol argentino

Após se reunir com jogadores nesta terça-feira, o secretário-geral dos Futebolistas Argentinos Associados sinalizou que o campeonato nacional, enfim, deve se iniciar nesta quinta. O dirigente revelou que os atletas entraram em um acordo no que diz respeito aos seus salários, o que deve ser formalizado nesta quarta-feira, no Ministério do Trabalho argentino.

“Vamos esperar até esta quarta-feira para resolver essa questão. Há a expectativa e esperamos que tudo possa ser resolvido. É o último passo, tudo está se encaminhando para essa direção”, disse Marchi logo após a reunião desta terça.

Para que o retorno do Campeonato Argentino possa ser assegurado, é preciso que haja os fundos necessários que garantam o pagamento dos salários atrasados dos jogadores. Além de janeiro e fevereiro, vencimentos do ano passado também não foram recebidos pelos atletas.

“A diretoria ou parte desta diretoria tem que mudar. Tudo tem que ser mais ordenado. Estamos buscando a mudança, uma transformação. Falamos com os dirigentes, que entenderam a situação. O futebol argentino é valiosíssimo”, completou Marchi, defendendo uma mudança estrutural no futebol do país.

Para se ter uma ideia, muitos dos clubes argentinos irão estrear na Libertadores esta semana sem ao menos terem realizado uma partida oficial. O San Lorenzo, que enfrenta o Flamengo nesta quarta-feira, é um deles. O time viajou ao Rio de Janeiro após disputar apenas quatro amistosos neste início de ano.